quarta-feira, 4 de Março de 2015 11:23h Atualizado em 4 de Março de 2015 às 11:32h. Luciano Eurides

Maria Helena é o campeão da 3ª Copa Canarinho de Futebol Amador

A equipe do Maria Helena sagrou-se campeã da 3ª Copa Canarinho de futebol amador na manhã do último domingo (1)

O título veio depois de um empate em 1x1 no tempo normal, e na decisão por pênaltis garantiu 100% de aproveitamento. A equipe ainda teve Nino, escolhido como melhor goleiro da competição.
O jogo não foi nada fácil para a equipe do Maria Helena. O Nova Holanda saiu na frente com um gol de Chicão. Ele aproveitou o cruzamento na área e de cabeça, fez 1x0. O time ainda perdeu Gustavo Laginha, ele sofreu uma entorse no joelho esquerdo. A ação concreta foi no segundo tempo, o time da casa estabeleceu uma grande pressão. Em um contra-ataque, o Nova Holanda chegou ao segundo gol, mas com irregularidade, de acordo com a arbitragem. O atacante Café fez de cabeça, mas teria empurrado o defensor, gol anulado e mais pressão do Maria Helena. De tanto insistir, o gol foi marcado, Vica aproveitou a sobra na área para empatar a partida.
A coordenação informou que o regulamento prevê cobranças de tiros livres da marca do pênalti e nesse quesito, o Maria Helena teve 100% de aproveitamento. Romário, Vica, Mimi, Douglas Cachorrão e Jeferson Pelada fizeram os gols para o Maria Helena. Pelo Nova Holanda, o atleta Chicão errou a primeira cobrança, ainda assinalaram Felipe Alexandre, Cocada e Café.
Para Jeferson Pelada, foi uma responsabilidade jogar em casa, diante da torcida e frente a uma grande festa já preparada. “A responsabilidade aumenta quando jogamos no Maria Helena, com pressão da torcida, mas é isso mesmo, já estamos acostumados. Foi difícil, eles têm um bom time, jogaram muito bem e contra a gente, é sempre assim, todos dão a vida em campo. Em muitos campeonatos disputados aqui, eu e Cachorrão erramos pênaltis, sempre cobram mais, e isso passou na minha cabeça, fui feliz e fiz. A festa aqui é sempre desse jeito, muito foguete e bomba”, garantiu ele, exibindo a camisa 10.
O treinador Acerola fez dupla com Kilder no comando do time, ele ressaltou a qualidade do jogo e a pressão, necessária para o fortalecimento da jovem equipe do Nova Holanda. “Ficamos chateados com algumas coisas referentes à arbitragem, para mim, o gol foi mal anulado, mas não justifica, foi mérito deles, estou orgulhoso desse time em que estou apenas ajudando, jogaram muita bola. Os meninos se mostraram, são jovens, a maioria, juniores, estão mostrando o porquê estão no cenário esportivo de Divinópolis, eles querem ser grandes. Este clima deixa o jogo até mais gostoso, um grande jogo, se jogou aqui é sinal que está preparado para tudo”, falou.
O treinador Nei é um grande incentivador do esporte no bairro Maria Helena e espera melhores condições para a comunidade na pratica esportiva. “Temos que correr atrás da prefeitura para arrumar o campo e fazer aqui grandes torneios, e principalmente, para o lugar ser lazer para a criançada”, comentou.
Foram distribuídas as devidas premiações pelo coordenador Canarinho e entre elas para o goleiro Nino, escolhido o melhor da competição.

 

Créditos: Luciano Eurides

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.