segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014 10:18h

Marta faz três gols na vitória da Seleção Feminina sobre os EUA

Não é a toa que ela é considerada a melhor jogadora do mundo. Indicada 12 vezes ao prêmio de melhor do mundo da FIFA

Cinco vezes consecutivas eleita -, Marta foi decisiva na vitória de virada de 3 a 2 sobre os Estados Unidos neste domingo.

A camisa 10 da Seleção marcou os três gols. Estava na hora, ainda mais para uma atacante que sabe como poucas encontrar os caminhos das redes  adversárias, já que na primeira rodada do Torneio Internacional de Brasília, na goleada em cima das argentinas, Marta não tinha feito gol.

- Às vezes não estamos em um bom dia, e acho que no jogo contra a Argentina, era o dia da Formiga brilhar. Hoje, jogamos na raça. Sabíamos que não podíamos perder nenhuma oportunidade e foi isso que fizemos.

Marta é craque, mas igualmente consciente da importância do jogo coletivo. Ela sabe que, sozinha, não conquistaria nada.

- As minhas companheiras estão de parabéns. Se a goleira, a defesa e o meio não estivessem 100% ligados, a bola não chegaria em mim e eu não poderia fazer nenhum gol.

Ela fez os três, decisivos, em uma partida em que a vitória do Brasil esteve ameaçada. Nos últimos minutos do jogo deste domingo, o empate esteve por vir em dois lances: primeiro, em uma falta perigosa, bem cobrada, que seria gol certo não fosse a bela defesa de Luciana; no outro, foi a trave que garantiu os merecidos 3 a 2 da Seleção Brasileira. Fim de jogo, alívio para Marta. 

- Passou um filme pela minha cabeça, já que no Mundial de 2011 e nas Olimpíadas de 2004 e 2008 perdemos para elas na prorrogação e fomos eliminadas das competições.

Na quarta-feira, o Brasil, já classificado pra a fase final, enfrenta a China, às 21h50, no Estádio Mané Garrincha.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.