quarta-feira, 12 de Junho de 2013 11:38h Atualizado em 12 de Junho de 2013 às 11:39h. Luciano Eurides

Martinuccio e Lucca entram na briga pela titularidade

O atacante argentino Alejandro Martinuccio foi um dos grandes nomes do Cruzeiro no ano passado. Com 10 jogos e quatro gols marcados pelo Maior de Minas, o camisa 20 caiu rapidamente nas graças da China Azul. Recuperado de cirurgia nas duas tíbias, realiz

O atacante argentino Alejandro Martinuccio foi um dos grandes nomes do Cruzeiro no ano passado. Com 10 jogos e quatro gols marcados pelo Maior de Minas, o camisa 20 caiu rapidamente nas graças da China Azul.

Recuperado de cirurgia nas duas tíbias, realizada no dia 25 de janeiro, na pré tempoarada do Cruzeiro, o jogador não vê a hora de voltar aos gramados. Motivado, o jogador quer entrar em campo e repetir as boas atuações da temporada passada. “Eu fico assistindo o jogo em casa e isso é difícil para mim, mas tenho que ficar tranqüilo, ter cabeça fria e treinar todo dia”, disse o argentino. “O meu desempenho no ano passado me motiva sim, para quando o Marcelo (Oliveira) me pedir para entrar em campo. Quero jogar”, afirmou o atacante.

Para assegurar uma vaga na equipe, Martinuccio seguirá recuperando a forma física na intertemporada que a Raposa fará nos Estados Unidos durante a parada do Campeonato Brasileiro, caso seja relacionado para a viagem. Segundo o atacante, a expectativa é que não apenas ele, mas todo o elenco volte melhor para a disputa da competição nacional. “O time tem feito um campeonato bom. Quando a gente voltar da intertemporada acho que vamos estar ainda melhor”, ressaltou.

O atacante Lucca chegou ao Cruzeiro credenciado pelo ótimo futebol apresentado no Criciúma na Série B no ano passado. Logo na estreia, o jovem jogador marcou o seu primeiro gol pela Raposa, mas nas últimas partidas o atacante ficou de fora para aprimorar o seu condicionamento físico.

Para Lucca a parada no Campeonato Brasileiro será importante para que ele volte em ponto de bala e busque a tão almejada sequência com o manto estrelado. “Todo jogador precisa de sequência, mas primeiramente eu tenho que buscar o meu espaço procurando mostrar nos treinamentos que eu tenho condições de estar na equipe do Cruzeiro”, colocou.

Apesar da forte concorrência no setor ofensivo do time azul, o habilidoso atacante mantém a confiança no seu futebol. “Confio em mim. Continuo na briga pela titularidade e espero que na hora que eu for escalado eu possa corresponder”, afirmou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.