quarta-feira, 19 de Setembro de 2012 09:13h Gazeta do Oeste

Média de gols do Cruzeiro é reduzida em 60% quando Borges desfalca equipe

Autor de sete gols em 12 partidas pelo Cruzeiro, Borges se recupera de uma lesão muscular e, se não conseguir enfrentar o São Paulo neste domingo, completará quatro jogos consecutivos de ausência. Sem uma de suas principais referências ofensivas, o time comandado por Celso Roth convive com queda de rendimento do ataque.

 

Desde sua estreia pelo Cruzeiro, Borges demonstra que sua presença em campo deixa o time mais próximo de balançar as redes adversárias. Nos 12 jogos com participação do atacante, a equipe celeste marcou 18 gols.

 

A média de 1,5 gol por partida com Borges sofre queda de 60% enquanto o atacante desfalca o time. Sem o goleador em cinco rodadas desde que ele chegou à Toca da Raposa, o Cruzeiro marcou apenas três gols nessas partidas (média de 0,6 gol por jogo).

 

Borges fez sua primeira partida com a camisa celeste diante do Grêmio, em derrota por 3 a 1, na 9ª rodada. Desde então, o único jogo em que ele esteve em campo e o ataque celeste não balançou as redes foi a derrota para o Corinthians, por 2 a 0, no Pacaembu.

 

Além de colaborar com quase 40% dos gols da equipe nos jogos em que atua, Borges participou diretamente de outras três vezes em que o Cruzeiro superou o goleiro adversário.

 

Apesar de não ter marcado na vitória sobre a Portuguesa, por 2 a 0, no Canindé, o atacante sofreu pênalti convertido por Wellington Paulista e deu assistência para Diego Renan. Já na derrota para o Botafogo, por 3 a 1, Borges finalizou e, no rebote do goleiro Renan, Tinga marcou.

 

Ausente nas últimas três rodadas, Borges viu o ataque celeste ir às redes apenas em duas oportunidades nesses jogos. A primeira delas aconteceu com Wallyson, diante do Sport, e a outra foi com a colaboração do zagueiro vascaíno Renato Silva, que marcou contra a meta cruz-maltina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SUPERESPORTES

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.