sábado, 28 de Julho de 2012 10:49h Gazeta do Oeste

Meia do Botafogo exagera em festas e é cobrado na Justiça por vizinhos, diz jornal

 O meia Vitor Junior se envolveu em polêmica com seus vizinhos. Nesta sexta-feira, o atleta do Botafogo recebeu um comunicado de que o condomínio em que vive no Rio de Janeiro entrou com uma ação judicial em que tenta acabar com as festas e som alto em sua casa à noite. De acordo com o jornal Extra, em caso de descumprimento, Vitor Junior receberá uma multa diária de R$ 20 mil.

 

 O Condomínio Riomar 11 reclama de cinco festas promovidas por Vitor Júnior desde que ele chegou ao Alvinegro, em maio deste ano. A primeira aconteceu logo em sua chegada ao Rio. Dias depois, o jogador convidou cerca de 100 pessoas e, após as 5h da manhã, recebeu a visita da polícia. O seu irmão Leonardo recebeu as autoridades.

 

 

Segundo o Extra, as festas param o condomínio independentemente de o Botafogo perder ou vencer. O último pagode, com direito a som alto, aconteceu no domingo após a derrota para o Grêmio por 1 a 0, na estreia de Seedorf.

 

Vitor Junior já recebeu três multas do condomínio em que vive, no valor de um salário mínimo. Ainda de acordo com o jornal, as baladas promovidas pelo jogador não são novidades dentro do Botafogo.

 

 

Dentro de campo, Vitor Junior também vive situação complicada. O técnico Oswaldo de Oliveira decidiu abandonar o esquema com apenas um atacante e escalou Rafael Marques. Vitor foi a “vítima” e irá acompanhar a partida das 21h deste sábado – contra o Figueirense – do banco de reservas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.