quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012 08:57h Atualizado em 23 de Fevereiro de 2012 às 09:53h.

Melhorar a defesa e manter o bom ataque é a meta da Raposa


Os atacantes do Cruzeiro têm feito gols, Wellington marcou quatro, Anselmo Ramon dois e Wallyson um. O técnico Vágner Mancini está satisfeito com o desempenho dos seus homens de frente. O treinador, porém, voltou do carnaval com um objetivo traçado: arrumar a defesa celeste.
Foram sete gols sofridos em cinco jogos na temporada. Em todas as partidas, a zaga titular foi formada por Leo e Victorino. “Nesses últimos jogos, a gente tem tido a felicidade de poder dizer que a parte ofensiva da equipe teve mais evolução. Hoje, a gente tem um time que está fazendo gols, o que era uma dificuldade nossa”, avaliou o treinador.“Há a necessidade de acertarmos melhor o sistema defensivo, que, em determinados momentos, tem jogado muito em linha. Nós vamos, dentro da semana, tentar acertar uma linha de posicionamento mais diagonal e ver se, já no jogo de sábado, a gente tenha uma boa evolução”, completou.
De acordo com Mancini, a ideia é repetir a mesma formação da equipe, apenas com a evolução desejada pelo comandante celeste em termos de posicionamento. “A intenção é manter o mesmo time. Ao longo da semana, a gente vai decidir e a alteração seria na mudança do posicionamento e não que haveria uma mudança radical tática ou, de repende, de certos atletas”.
O treinador ressaltou ainda a importância da folga de dois dias que os atletas cruzeirenses receberam para curtir o período de Carnaval, principalmente em termos de relaxamento. “A gente sabia que deveria ser assim, uns gostam de ir lá, brincar, pular e outros dedicam o tempo à sua família, outros de outra forma. A gente tem que respeitar a folga de todos eles, até porque, a gente vive um dia a dia sempre de muita pressão, em busca de resultados”, comentou. “Por isso, neste momento, há necessidade também do cara que vive no futebol relaxar e nada melhor do que você dar uma folga dessas. Hoje, a gente voltou em dois turnos e eu tenho certeza que já iniciamos bem a nossa semana do nosso jogo de sábado contra o Democrata-GV”, finalizou.
O meia Roger, que desfilou pela União da Ilha, na Sapucaí, Rio de Janeiro, na noite de segunda-feira, já deixou o Carnaval de lado e começou, juntamente com todos os outros atletas do Cruzeiro Esporte Clube, a preparação para a partida do próximo sábado, às 17h, contra o Democrata-GV, em Governador Valadares.
O atleta crê em uma partida bem disputada contra a equipe do Vale do Rio Doce e espera que o time cinco estrelas possa explorar o desespero do adversário, que ocupa a última colocação do Campeonato Mineiro, com três derrotas em três jogos disputados. “Os jogos no interior são sempre complicados, sempre em campos que não oferecem as melhores condições. Então, você iguala o jogo. Você tem que saber jogar no interior, não é igual quando você joga em casa em um campo que te oferece melhores condições. É jogo de força, jogo de contato. E com esse desespero ainda mais”, disse.“ Tem que saber fazer com que o time deles, cada vez se desespere mais e a gente tenha tranquilidade para tentar trabalhar essa bola no chão e encontrar as chances para matar o jogo”, completou ele, após o treino recreativo realizado na manhã desta terça-feira, na Toca da Raposa II.

 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.