sábado, 1 de Outubro de 2011 18:10h Dácio Fernandes

Mineirão e Independência com cronograma em dia

No último dia 21 de setembro, representantes da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) fizeram a primeira vistoria nas obras do Mineirão, que está sendo reformado para sediar jogos da Copa de 2014. O estádio em Belo Horizonte é o segundo a receber inspeção, depois da visita ao Maracanã, no Rio - curiosamente, são as duas arenas previstas para o Mundial que enfrentaram greves de operários nas últimas semanas.


Apesar das duas greves de operários que o Mineirão enfrentou recentemente, a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) informa que o cronograma da reforma do estádio está dentro do prazo, confirmando a conclusão das obras para dezembro de 2012. Atualmente, cerca de 1.300 operários estão trabalhando no local, com a demolição da área interna já praticamente finalizada e outros avanços importantes.


Nessa vistoria, os representantes da Fifa e COL acompanharam de perto o andamento das obras. Puderam ver, por exemplo, que os novos amortecedores já foram instalados e que o campo foi rebaixado em 3,4 metros. E ainda subiram na cobertura do estádio, para ter uma visão do entorno do Mineirão, onde está sendo construída a esplanada multiuso, com capacidade para 65 mil pessoas e que será aberta 24 horas por dia.


Com custo previsto de R$ 665,7 milhões, a reforma deixará o Mineirão com 64,5 mil lugares, todos com 100% de visibilidade para o campo. Diante desse investimento no estádio, além da infraestrutura local, o governo mineiro espera conseguir levar a abertura da Copa de 2014 para Belo Horizonte. Mas a grande favorita para receber o jogo inaugural do Mundial é mesmo São Paulo - Brasília também está nessa disputa.

 

 

Independência

 

O estádio Raimundo Sampaio em Belo Horizonte, mais conhecido como Independência, será um dos palcos de disputa das partidas da copa de 2014. As obras de modernização da arena já estão em ritmo acelerado. A previsão da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) é de que as obras sejam concluídas em dezembro deste ano.


O Independência deverá ser o campo de treinamento de seleções que ficarão em Belo Horizonte já para a Copa das Confederações, que acontece em 2013, e para a Copa do Mundo de 2014. As obras tiveram início em janeiro de 2010. e tem o valor atual na casa de R$ 120 milhões.


Os investimentos na reforma do estádio chegam a R$ 120 milhões. Desse total cerca de R$30 milhões estão sendo custeados pelo governo federal e os R$ 95 milhões restantes pelo governo de Minas, que terá a concessão do Independência por 20 anos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.