terça-feira, 21 de Outubro de 2014 11:34h

Ministério Público vai investigar briga de domingo entre torcedores

O Ministério Público indiciou as torcidas organizadas Mancha Alviverde e a Torcida Jovem por envolvimento na briga entre palmeirenses e santistas domingo passado (19)

O Ministério Público indiciou as torcidas organizadas Mancha Alviverde e a Torcida Jovem por envolvimento na briga entre palmeirenses e santistas domingo passado (19) na Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Um torcedor, Leonardo da Mata Santos, morreu e três ficaram feridos.

Além de considerar que o episódio configurou desrespeito ao Estatuto do Torcedor, o Ministério Público levou em conta os danos e o fato de os santistas não terem pedido reforço policial e o alto histórico de violência entre torcidas rivais.

Segundo o promotor de Justiça do Consumidor e responsável pelo caso, Roberto Senise Lisboa, o inquérito foi instaurado por causa da gravidade do caso. "Levamos como base a ampla repercussão na imprensa e a condução das investigações do caso. A Torcida Jovem e a Mancha Verde devem se manifestar de forma escrita em até 20 dias em resposta oficial direcionada ao Ministério Público", explicou.

Leonardo da Mata Santos tinha 21 anos e morava em São Paulo. Seu corpo foi velado e enterrado hoje (21) no Cemitério Parque das Cerejeiras, no Jardim Angela, zona Sul da capital paulista. Durante a briga na qual se envolveram os torcedores, ele foi atropelado. De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, o atropelado é um torcedor santista.

Dois dos torcedores feridos continuam internados. Um deles está na UTI do Hospital Mário Covas, em Santo André, sob custódia da Polícia, com politraumatismo. O outro está na UTI do Hospital das Clínicas, com traumas no crânio e no abdômen e fraturas na face e nos membros inferior e superior esquerdos. O terceiro ferido teve alta na noite de ontem (20) e foi levado do Hospital e Pronto-Socorro Central de São Bernardo para o Centro de Detenção Provisória da cidade. Ele tinha sido internado com múltiplas escoriações no corpo e trauma na face.

Na confusão, quatro palmeirenses foram detidos.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.