segunda-feira, 9 de Maio de 2011 13:19h Ag?ncia Brasil

Ministério vai exigir antidoping de atletas que recebam auxílio financeiro do governo

O Ministério do Esporte vai exigir exame antidoping dos atletas que solicitarem a Bolsa Atleta, auxílio financeiro concedido pelo governo federal.

 

 

Os atletas terão de fazer o exame, que ficará a cargo do laboratório de testes antidoping da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Ladetec. O exame permite identificar se o atleta usa substâncias ilícitas para melhorar o desempenho nas competições.

 

“Muitas vezes, alguns jovens se iludem com o consumo de uma substância ou outra achando que vão ganhar massa muscular e vigor. O uso de substância indevida pode repercutir negativamente na saúde dos jovens, especialmente no caso de atletas. Os atletas, jogando limpo, inibindo o uso dessas substâncias, servem como exemplo para estimular a atividade física saudável”, afirmou o ministro Orlando Silva, durante o programa de rádio Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

 

 

O ministro informou que o Conselho Nacional do Esporte aprovou ontem (4) a extensão da Bolsa Atleta para quem pratica modalidades esportivas que não são olímpicas ou paraolímpicas. Na primeira fase, o benefício será concedido aos atletas inscritos no ano passado, nas seguintes modalidades: boliche, beisebol/softbol, patinação, squash e karatê. Todas integram os Jogos Pan-Americanos.

 

Atualmente, mais de 3,1 mil atletas olímpicos e paraolímpicos recebem a bolsa.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.