sexta-feira, 11 de Outubro de 2013 12:16h

Ministro inaugura PST/Forças no Esporte em região de fronteira no Amazonas

O núcleo de atendimento do Programa Segundo Tempo (PST)/Forças no Esporte, inaugurado nesta sexta-feira (11.10) pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, pelo secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Ricardo Cappelli, e pelo comanda

O núcleo de atendimento do Programa Segundo Tempo (PST)/Forças no Esporte, inaugurado nesta sexta-feira (11.10) pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, pelo secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Ricardo Cappelli, e pelo comandante militar da Amazônia, general Villas Bôas, funciona na Brigada de Infantaria de Selva, em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas. O núcleo do PST é o primeiro do Brasil em regiões de fronteira. O município tem 40 mil habitantes distribuídos na zona urbana e na floresta. Mais de 90% deles são indígenas ou descendentes de indígenas.

São Gabriel da Cachoeira é o terceiro maior município do país em extensão: são cerca de 109 mil quilômetros quadrados, em um formato semelhante a uma cabeça de cachorro, motivo pelo qual a cidade também é conhecida como “Cabeça do Cachorro”. O município abrange, além do Pico da Neblina, as terras indígenas Alto Rio Negro, Médio Rio Negro I, II e III e Rio Tea.

O ministro Aldo Rebelo e as demais autoridades foram recebidos pela comunidade e pais de alunos. “É uma satisfação entregar ao estado do Amazonas e ao Comando Militar da Amazônia a unidade do PST que será conduzida aqui com essas crianças. O Brasil tem uma dívida histórica com suas populações indígenas. Dos três troncos que formaram a nossa nacionalidade, a população indígena permaneceu a mais sacrificada”, disse o ministro. “Esse é o nosso desafio para o Brasil: integrar cada vez mais a sua população e garantir pleno acesso aos direitos sociais”, completou.

Houve apresentação dos beneficiados do programa, que fizeram um desfile militar. São 100 crianças, entre 10 e 11 anos, de origem indígena, em sua maioria provenientes das etnias Baré, Tukáno e Baniwa, que receberão gratuitamente reforço escolar, alimentação, noções de higiene, cidadania e civismo, somados à prática de modalidades esportivas regulares e tradicionais da cultura indígena. Aulas de futebol de salão, basquete, vôlei, corrida de orientação e tênis de mesa serão oferecidas, assim como arco e flecha e zarabatana, estas como uma forma de valorização e resgate da cultura dos povos indígenas.

Um dos pontos altos do evento foi a saudação dos contemplados. Em linguagem indígena, nos dialetos Nhangatú (Baré) e nas línguas Tukáno e Baniwa, alunos do Segundo Tempo deram as boas-vindas ao ministro e agradeceram pela chegada do programa. Em seguida, as autoridades visitaram as instalações do quartel em que serão desenvolvidas as atividades do PST/Forças no Esporte.

Dinâmica
O Programa Segundo Tempo funcionará de segunda a quinta-feira, no período da tarde. Ao sair das escolas em que estudam pela manhã, os estudantes serão transportados em ônibus cedido pela prefeitura de São Gabriel da Cachoeira até a 2ª Brigada de Infantaria de Selva. No Clube de Subtenentes e Sargentos, eles farão uma parada para o almoço. Em seguida, receberão reforço escolar e poderão participar de jogos lúdicos e de xadrez. Na unidade, os alunos também serão submetidos à iniciação artística, com aulas de pintura, e terão palestras sobre diversos temas, como o combate às drogas e ao alcoolismo. Depois, por volta das 15h, seguirão para o ginásio municipal Arnaldo Coimbra, onde haverá as atividades esportivas.

A seleção dos contemplados ficou a cargo da prefeitura, que, ao lado do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente, forma importante parceria local na ação desenvolvida pela Brigada de Infantaria de Selva. A garotada que estuda na escola Inês Penha (estadual) e no colégio Dom Miguel Alagna (municipal) foi escolhida para participar do programa. Para avaliar as condições de saúde das crianças, os militares as submeteram a exames médico-odontológicos. “O objetivo é saber se todos estão bem e aptos para praticar esporte”, explica o coordenador de núcleo do PST, major Marcílio Lisboa Moreira.

Parceria nacional
A unidade inaugurada dentro da 2ª Brigada de Infantaria de Selva é um dos 132 núcleos de atendimento contemplados pela parceria entre os ministérios do Esporte e da Defesa. Atualmente, O PST/Forças no Esporte funciona em 90 organizações militares das Forças Armadas, distribuídas nos 26 estados e no Distrito Federal, atendendo a 12 mil alunos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.