sexta-feira, 8 de Julho de 2016 13:47h

Mistério na escolha do substituto de Fred

Com o meio de semana sem jogos, o técnico Marcelo Oliveira aproveitou para colocar o elenco para trabalhar duro nesta quarta-feira

Os atletas treinaram em dois períodos na Cidade do Galo visando a partida contra o Flamengo, no próximo domingo (10), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Sem contar com um centroavante para o duelo, já que Fred foi expulso e Lucas Pratto está em recuperação final de lesão muscular na panturrilha esquerda, Marcelo comandou um treino de finalizações com alguns jogadores. O comandante, entretanto, segue sem dar pistas de quem será o titular no ataque.

 

 

Depois, os jogadores participaram de mini-coletivos em campo reduzido. As novidades foram o volante Rafael Carioca e o meia Carlos Eduardo, que se recuperaram de edema na coxa esquerda, e treinaram com bola. O meia Maicosuel, que tem situações legais de jogo, também foi a campo, mas não joga desde maio.

Após a pausa para o almoço, os jogadores de linha voltaram ao batente, mas na academia, enquanto os goleiros retornaram para o gramado. Nesta quinta-feira (7), o grupo se reapresenta às 15h30, quando Marcelo deve começar a armar o time do fim de semana, mas o trabalho será fechado à imprensa, assim como na sexta. O ministério da escalação só deve ser revelado no vestiário.

 

 

A história do Atlético fora de casa neste Campeonato Brasileiro tem se repetido: o Galo abre o placar, mas cede o empate. Foi assim em quatro das seis a partidas como visitante na competição. Para solucionar o problema, o zagueiro Leonardo Silva diz que o time precisa ter mais posse de bola para conseguir controlar o jogo.

 

 

O primeiro tropeço após sair na frente foi contra o Atlético-PR (1 a 1). Depois, a equipe alvinegra manteve a escrita contra Vitória (1 a 1), Sport (4 a 4, sendo que, neste duelo, o Galo chegou a ter dois gols de vantagem) e Figueirense (1 a 1), este último no domingo passado (3)."Contra o Figueirense estávamos até bem ajustados. Acho que o que faltou foi ficarmos mais com a bola no pé, controlar um pouco mais o adversário com o resultado a nosso favor. Acho que é isso que está pesando em relação à nossa queda de rendimento com o placar favorável", disse o capitão atleticano. "[Precisamos] ficar com a bola no pé e, assim, o tempo vai passar, e nós podemos surpreender o adversário ampliando o marcador. É ajustar neste sentido", continuou.

Para conquistar a primeira vitória fora de casa no Brasileirão, o Galo terá de melhorar nesses aspectos já nesta semana, pois no próximo domingo (10) enfrenta o Flamengo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

 

 

Leonardo destaca que a partida é um confronto direto, já que as duas equipes estão com 20 pontos, o Atlético em nono lugar e o Flamengo em sétimo, e ambos brigam por uma vaga no G4. "Um jogo importante para o nosso objetivo, é um clássico histórico. Esperamos fazer um bom jogo e continuar pontuando nessa sequência positiva para seguir subindo na tabela", declarou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.