quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013 06:08h

Momento de cautela na Toca II

Cruzeiro tem como próximo adversário a Tombense, até agora a sensação do modulo I do Campeonato Mineiro

Após o treinamento na Toca da Raposa II, o técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva e falou sobre a preparação do Cruzeiro para o jogo de sábado, contra o Tombense, às 16h, no Mineirão, pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro.
Nas atividades de segunda e terça-feira, os trabalhos foram voltados para a parte física. “No início de semana, normalmente a gente prioriza mais a parte física, trabalhos físicos e técnicos, e depois, com o passar dos dias, a gente trabalha mais o time em função do jogo”.
No último sábado, no entanto, depois de quatro dias de treinamentos na Toca II, após o empate em 0 a 0 com o Guarani, de Divinópolis, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, os jogadores participaram de dois jogos-treinos. O time titular goleou o Progresso, de Angola, por 4 a 0, pela manhã, na Toca II. Já à tarde, um time formado por reservas e jovens atletas da Raposa, venceu o Grêmio, de Vespasiano-RMBH, por 4 a 1, em Ibirité. O treinador fez um balanço dos jogos-treinos. “Com a antecipação do clássico, em função da reinauguração do Mineirão, nós tivemos essa data vaga e achamos por bem colocar o time para jogar um pouco, e não ficar apenas com o trabalho doméstico, mais interno. Fizemos dois jogos-treinos, que foram proveitosos nesse sentido, de aproveitamento físico, ritmo de jogo, e até para a observação também, embora os dois adversários fossem de menor qualidade técnica”.
Nesta terça-feira, quem ficou de fora do treino no campo foi o meia Everton Ribeiro que, com dores no joelho esquerdo, foi poupado da atividade. No entanto, Marcelo Oliveira diz que o jogador, inicialmente, não preocupa para o jogo de sábado, contra o Tombense. “Pela palavra dos médicos, foi mais uma prevenção. Eu espero que ele volte, é um jogador fundamental no nosso esquema, pela parte tática, mas também pela criatividade e pela técnica e o talento que ele tem. Vamos ver se ele já consegue fazer o treinamento tático amanha (quarta-feira), e se coloca à disposição. Agora, se tiver que preservá-lo até o jogo, também não tem problema, pois é um jogador que vinha jogando intensamente no ano passado, e fez uma pré-temporada muito boa. Aí ele ficaria preservado para o jogo”, alertou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.