segunda-feira, 29 de Outubro de 2012 04:47h Gazeta do Oeste

Montillo analisa ano irregular do Cruzeiro e espera ascensão no fim do Brasileiro

De folga como todo o elenco no fim de semana, o camisa 10 do Cruzeiro, Walter Montillo, aproveitou a lacuna no ritmo intenso de treinos e jogos no Campeonato Brasileiro para ficar mais próximo da família. Na reapresentação do clube, na tarde desta segunda-feira, o meia argentino quer ajudar o time a reencontrar o caminho das vitórias após as derrotas para os paulistas Palmeiras e Ponte Preta nas últimas rodadas.

O jogador analisou a campanha do clube na temporada. O time estrelado ainda apresenta altos e baixos e não conseguiu se firmar entre os clubes mais bem colocados na Série A, que disputarão a Libertadores em 2013.

“O ano do Cruzeiro com certeza não foi o melhor. A gente quando começou queria ser campeão e sempre trabalha para isso. Como acabamos no ano passado fazendo um time no meio da temporada, este ano chegaram sete a oito jogadores e isso é muito difícil. É complicado montar um time no meio do torneio. Com certeza não fizemos as coisas bem, ficamos sete jogos sem ganhar e por isso a gente tem 43 pontos no Brasileiro. É difícil traçar um time novo no meio do torneio”, afirmou em entrevista à Rádio Itatiaia.

Montillo também analisou o próprio desempenho no ano. Ele está confiante que o elenco dará a volta por cima e conseguirá bons resultados nos últimos jogos do Brasileiro, além de uma sequência positiva e de conquistas na próxima temporada.

“Para mim tive bons e ruins jogos como qualquer jogador, mas com certeza penso no melhor. Daqui para frente, com certeza, teremos um ano melhor e tomara que o Cruzeiro o termine com algum objetivo. Tomara que possamos marcar todos os pontos possíveis para deixar o clube o mais a frente possível na tabela. O G-4 ficou muito longe e a gente tem que saber até onde pode chegar. Tomara que nos classificamos para a Copa Sul-Americana, um torneio internacional. Se comparado ao sufoco que passamos no ano passado não seria tão ruim para a gente”, concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.