sexta-feira, 28 de Outubro de 2011 12:30h Luciano Eurides

Montillo pronto para ajudar o Cruzeiro

Cruzeiro quer emplacar uma sequência de resultados positivos no Campeonato Brasileiro depois de ter conquistado uma emblemática vitória de virada sobre o Atlético-GO, na rodada passada. Para isso, a Raposa terá que bater o Botafogo, adversário que briga na parte de cima da tabela. O jogo será neste sábado, às 18h, no estádio Engenhão, pela 32ª rodada da competição nacional.


O craque Montillo está totalmente focado em ajudar o time celeste a vencer, sem olhar para quem são os adversários. Questionado sobre a preferência por enfrentar times que lutam pelo título ou pela permanência na série A do campeonato, o argentino pondera que todos os jogos serão complicados. “Nesse momento todo jogo é difícil. Passamos 11 rodadas sem ganhar, então todos os jogos são difíceis, mais ainda quando chega o final da competição, quando todos os times jogam por coisas importantes, como título, vaga na Libertadores ou Sul-Americana. Agora vamos enfrentar o Botafogo, que teve uma dura derrota na Colômbia. Para nós é importante pensar em nós. Sabemos que dependemos de nós mesmos e temos que ir ao Rio para ganhar, não só falando, porque o adversário tem um bom discurso”, disse.


O camisa 10 da Raposa analisou o adversário deste sábado. “O Botafogo é um time difícil, perdeu para o Avaí no último jogo do Brasileiro, foi eliminado da Sul-Americana com um time misto, mas não é fácil enfrentá-lo. Será uma partida difícil, ele tem jogadores de experiência como Loco Abreu, Herrera, muitos outros que estão atravessando boa fase. Temos que ser inteligentes, ir lá e procurar a vitória porque precisamos dos três pontos. Para nós é importante vencer para sair dessa condição. Ganhamos domingo, mas não adianta parar. Temos sete jogos pela frente e serão sete finais”, avaliou.

 

 

Boas lembranças


Enfrentar o Botafogo traz boas recordações a Montillo. Em 2010 o meia fez grande exibição e foi coroado dois gols no empate em 2 x 2 contra o time carioca. O segundo tento foi uma verdadeira pintura. Ele cita o lado negativo daquele duelo: a Raposa havia virado o jogo e só não saiu de campo vencedora por causa de um pênalti inexistente assinalado por Héber Roberto Lopes. A falta cometida por Diego Renan em Maicossuel foi fora da área. “Tenho boas lembranças do ano passado. Cheguei na metade do torneio, o Cruzeiro brigou até o final pelo título e jogando bem. Fizemos um bom jogo contra o Botafogo, não ganhamos por causa de um pênalti que não existiu, mas acontece. Fica como lembrança e agora é pensar daqui pra frente”, lembra.

 

Homenagem


Ao entrar em campo na noite desta quarta-feira (26) para jogar contra o Flamengo pela Copa Sul-Americana, os jogadores da Universidad de Chile fizeram uma homenagem a Santino Montillo, filho do cruzeirense Montillo. O time da La U entrou com uma faixa de apoio com as seguintes palavras: "Fuerza, Santino. Animo, Walter". A frase significa: Força, Santino. Ânimo, Walter - primeiro nome de Montillo.


Com um problema no intestino, Santino foi submetido a uma cirurgia de urgência no último dia 14. O camisa 10 do Cruzeiro ganhou destaque na Copa Libertadores de 2010 jogando pela mesma Universidad de Chile, onde despertou interesse de diversos clubes, inclusive do Flamengo.Segundo a assessoria de imprensa do jogador, Santino recebeu alta nesta quarta-feira e já está em casa. 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.