sábado, 24 de Novembro de 2012 04:26h Gazeta do Oeste

Montillo quer voltar a seleção

O meia argentino Walter Damián Montillo, um dos destaques da seleção de seu país na vitória da última quarta-feira sobre o Brasil, por 2 a 1, pelo Superclássico das Américas, disputada no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires, ficou feliz por ter tido a oportunidade, dada pelo técnico Alejandro Sabella, de mostrar seu futebol para os torcedores locais. O resultado levou a decisão para os pênaltis, e a Seleção Brasileira acabou ficando com o título, pelo segundo ano consecutivo.

 


Na noite desta quinta-feira, o jogador atendeu gentilmente o Site Oficial do Cruzeiro, por telefone, enquanto aguardava o voo do Rio de Janeiro para Belo Horizonte, e falou sobre a boa atuação que teve contra o Brasil, participando diretamente dos dois gols da Argentina, sendo que, no segundo, deu a assistência para Scocco. “Importante, acho que foi um jogo bom, jogamos bem. Eu, Graças a Deus, fiz uma boa partida. Tenho que continuar trabalhando. Deixamos uma boa imagem para o treinador. Tomara que eu possa ter mais oportunidades nas próximas convocações”, disse.

 


A cobrança perdida na decisão por pênaltis não diminuiu o destaque dado a Walter Montillo pelaimprensa argentina. A versão eletrônica do Diário Olé, por exemplo, afirmou que ‘Montillo jogou para demonstrar o alto nível que tem e se sacrificou a fim de ser observado no futuro, em um setor do campo em que proliferam os craques”, referindo-se às estrelas que integram o elenco principal da seleção Argentina, e que Montillo teria correspondido às expectativas que fazem dele a figura da equipe do Cruzeiro.

 

Sobre os elogios recebidos da imprensa de seu país, Montillo disse que a chance de atuar pela seleção argentina foi importante para que os torcedores locais pudessem conhecê-lo e vê-lo em ação, já que está há algum tempo fora do país. “Fico feliz (com os elogios). Na realidade tenho mais moral no Brasil do que na Argentina. Fico feliz por poder mostrar meu futebol, e o treinador poder contar comigo. A torcida não me conhecia, já que estou há algum tempo atuando fora da Argentina, são quase sete anos. Estou tranquilo, contente, e esperando uma nova oportunidade na seleção”.

 


Por fim, Montillo concordou que boas atuações com a camisa do Cruzeiro estão diretamente relacionadas a uma nova chance na seleção argentina, não na que conta apenas com jogadores que atuam na América do Sul, mas na equipe principal, que conta também com as estrelas que brilham na Europa, e que disputa as Eliminatórias da Copa do Mundo do Brasil. “Com certeza. Só vou chegar à seleção fazendo boas partidas com a camisa do Cruzeiro. Que no ano que vem eu possa mostrar futebol. Primeiro, tenho que fazer as coisas com a camisa do Cruzeiro, sou jogador do Cruzeiro. E, depois, se tiver a chance de jogar na seleção, ficarei feliz”.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.