sexta-feira, 8 de Junho de 2012 15:25h Gazeta do Oeste

MS aconselha prática de exercícios regulares

Fazer exercícios físicos uma vez por semana, além de não produzir efeito, pode ser um problema para a saúde. De acordo com especialistas de unidades  vinculadas ao Ministério da Saúde, os atletas de fim de semana - aqueles que praticam alguma atividade física - como o futebol no sábado ou no domingo - correm mais risco de sofrer lesão muscular.

 

O ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO), José Inácio Salles, destaca alguns dos perigos deste hábito. “As pessoas que jogam futebol nos finais de semana e não fazem exercícios regularmente, correm mais risco de se machucar, de ter tendinite, artrose, ou, até mesmo, uma torção de joelho. Exercício físico uma vez por semana é risco sempre, além de não trazer benefício”, explica o ortopedista.
 

Além das contusões musculares, os atletas de fim de semana podem sofrer problemas do coração. É o que explica o cardiologista do Grupo Hospitalar Conceição, no Rio Grande do Sul, Justo Leivas. “Quem submete o organismo a uma carga muito grande de exercício, pode sofrer algum problema cardiológico, como um infarto, arritmias graves ou, até mesmo, ter uma morte súbita”, alertou.
 

O cardiologista também defende a prática de exercícios regulares. Se isso não for possível, ele aconselha que a atividade física seja realizada, no mínimo, três vezes por semana. Neste caso, na sua opinião, o ideal é a prática em dias alternados, ou seja, não adianta malhar três dias seguidos e passar quatro sem fazer nada. Se a pessoa, realmente, não tem tempo, os médicos aconselham a escolha de alternativas, como o uso de escadas, em vez do elevador, em locais onde trabalha ou reside. Outra alternativa é a pessoa descer do ônibus algumas paradas antes para dar uma caminhada.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.