sexta-feira, 12 de Dezembro de 2014 06:41h

Mundial de Clubes sem brasileiros

Sem a participação de clubes brasileiros pela primeira vez em cinco anos, o Mundial de Clubes da Fifa começa nesta quarta-feira em Rabat (Marrocos)

Sem a participação de clubes brasileiros pela primeira vez em cinco anos, o Mundial de Clubes da Fifa começa nesta quarta-feira em Rabat (Marrocos), na expectativa pelo desempenho do todo poderoso Real Madrid, que estreia apenas na semifinal, no dia 16 de dezembro. Até lá, apenas jogos envolvendo equipes de menor expressão.
A abertura do torneio vai reunir o atual campeão marroquino, o estreante Moghreb Tetouan, e o experiente Auckland City, time da Nova Zelândia que disputa o Mundial pela sexta vez e tenta superar seu melhor desempenho, de 2009, quando alcançou o quinto lugar.
O Tetouan chega ao Mundial em má fase. Venceu só três dos onze jogos que fez pelo Campeonato Marroquino e foi eliminado da Copa do Marrocos. E a responsabilidade é grande depois do Raja Casablanca ter sido vice-campeão no ano passado e motivado os torcedores do país africano.
"Jogar em casa é realmente algo que vai motivá-los. Vai ser uma tarefa difícil para nós, mas tudo é possível em um mata-mata", avalia o meia Tim Payne, destaque do Auckland City. Já o técnico do time marroquino, Aziz El Amri, vê os neozelandeses com estilo latino de jogo. "Eles sabem como tocar a bola e com certeza vão nos dar trabalho."
Quem passar desse jogo enfrenta o ES Sétif, da Argélia. Dessa chave sai o adversário do San Lorenzo. Do outro lado estão o Cruz Azul (México) e o Western Sydney Wanderers, da Austrália, mas que representa a Ásia. O vencedor deste duelo vai para a semi contra o Real.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.