quinta-feira, 10 de Março de 2011 00:00h

Município busca novo local para construção do CT do Guarani

Liziane Ricardo / Christiane Brito

A verba de R$ 150 mil viabilizada pelo deputado federal Jaime Martins (PR) permanece com convênio em vigência entre a Secretaria de Esportes e o gabinete do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB). Segundo o secretário de comunicação da prefeitura, Walon Delano a verba foi resgatada pelo Ministério dos Esportes.

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL) em trabalho conjunto com o setor de Cadastro Técnico da prefeitura está em busca de um novo terreno para a instalação do Centro de Treinamento do Guarani.“Ainda no ano passado fomos surpreendidos com a informação de que o Ministério dos Esportes teria resgatado a verba. Porém estamos tranquilos, pois o Jaime Martins é parceiro desta administração. E temos certeza que ele (o parlamentar) irá abrir novamente o canal de negociações entre o município e o governo federal”, disse Delano.

De acordo com a prefeitura a única pendência no momento, é a localização para a construção do CT do Guarani, pois segundo o secretário de comunicação, o local escolhido para o projeto fica numa área industrial. “Construir um centro de treinamento esportivo no Centro Industrial ficaria incompatível, são setores muito diferenciados. Por isso, a SEL está trabalhando junto com o Cadastro Técnico para localizar um terreno em outra região”, completou.

A prefeitura ainda não pôde adiantar a localidade exata, pois os terrenos estão sendo especulados perante o mercado. Contudo, Delano ressaltou que esta gestão está realizando um trabalho ágil e minucioso para encontrar um terreno para a construção do Centro de Treinamento.

Já o parlamentar Jaime Martins (PR) que foi o responsável por viabilizar a verba, argumentou que, não só esses, como vários outros recursos foram perdidos porque a prefeitura não executou as obras na época e muito menos utilizou o dinheiro. “Foram disponibilizados, recursos de R$100 e R$150 mil para o Centro de Treinamento do Guarani e outros R$500 mil para o Bugre de Divinópolis.

No entanto, esses recursos retornaram aos cofres públicos por sua não aplicação, que depende da execução e aprovação de projetos. Eu lamento que os valores não tenham sido efetivamente usados, pois iriam beneficiar de forma indelével a população divinopolitana.”

Questionado se a atual administração se prontificar atender as solicitações, haveria a possibilidade de ocorrer tais melhorias, Martins afirmou que estará à disposição “Continuamos buscando novos recursos, além dos já alocados.

As obras do PAC, por exemplo, estão em execução e pretendemos garantir ainda mais recursos para Divinópolis. Sou parceiro das iniciativas para fortalecer o Guarani, com a construção de uma arena multiuso, um estádio. Os poderes locais podem contar com minha atuação parlamentar no sentido de viabilizar os recursos necessários. Nesse sentido, espero, realmente, que sejam efetivamente aplicados na cidade”, conclui.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.