quinta-feira, 23 de Junho de 2011 20:33h Atualizado em 24 de Junho de 2011 às 09:36h. Luciano Eurides

Muricy comemora título inédito

Um dos treinadores mais vitoriosos do futebol brasileiro, Muricy Ramalho ainda não tinha no currículo uma Taça Libertadores. Por isso, após conduzir o Santos FC ao tricampeonato continental, o técnico disse aliviado por ter se livrado o estigma de ainda não ter conquistado o principal título sul-americano. “Chegou a minha vez e estou muito feliz”, desabafou.


Tetracampeão brasileiro e com seis títulos estaduais, Muricy Ramalho já havia sido vice da Libertadores, com o São Paulo, em 2006. Desde então, a conquistar a América tornou-se uma prioridade na carreira. “Segurar a ansiedade de ontem para hoje foi difícil demais. Na minha cabeça vinham todas essas imagens de quando eu cheguei bem perto do título com o São Paulo, mas não consegui. Aí você fica com rótulo de não ser o cara que não ganha Libertadores. Mas nunca desisti e nem abaixei a cabeça. Sempre continuei trabalhando”, contou Muricy na entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol, nesta quarta-feira (22).


No início desta Libertadores, Muricy Ramalho era técnico do Fluminense e, em uma entrevista, havia apontado o Santos FC como favorito ao título continental. Por isso, o treinador comemorou o sucesso de sua previsão. “Acho que realmente o Santos mereceu o título. Mas para mim,  era um título que estava engasgado. Estou brigando há muitos anos por isso. Acho que chegou minha vez e estou super feliz. Mas, não foi fácil a ansiedade. Estou aqui há dois meses e já ganhei dois títulos. Então, agora, não é só trabalho, é muito trabalho” desabafou o treinador.


Os jogadores Elano, Neymar e PH Ganso se apresentaram ontem a Mano Menezes, o Santos FC ocupa, ao lado de Internazionale e Milan, o posto de clube com mais convocados para a Copa América da Argentina. Mesmo antes da competição, o grupo já faz história: ter três representantes nessa competição é um feito que não acontecia no Peixe há 28 anos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.