segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2014 04:45h

Nacional-MG leva gol relâmpago, mas vence Guarani-MG na estreia em casa

Na primeira partida no novo estádio Soares de Azevedo, equipe de Muriaé leva gol com um minuto, mas conta com artilheiro Nei Mineiro inspirado para fazer 3 a 2

A torcida e os jogadores do Nacional-MG ainda não tinham sentido o gosto da vitória neste Campeonato Mineiro. O time, que vinha de duas derrotas consecutivas, quebrou o jejum e venceu de virada o Guarani-MG por 3 a 2, na noite deste domingo, na estreia no novo estádio Soares de Azevedo, em Muriaé. Mas quase o time visitante estraga a noite de festa dos 2.126 pagantes. Com um minuto de jogo, Tardeli abriu o placar, mas Nei Mineiro, duas vezes, e Léo Medeiros, de falta, garantiram a virada. Alex, também em cobrança de falta, ainda descontou para o Guarani-MG.

Com o resultado, o Nacional-MG soma os primeiros três pontos no Mineiro e deixa a lanterna e a zona de rebaixamento para ocupar a oitava posição. O Guarani-MG permanece em sexto, com quatro pontos.
Na próxima rodada o Nacional-MG viaja até Varginha para enfrentar o Boa Esporte. A partida é no próximo sábado, no estádio Melão, a partir das 17h. O Guarani-MG também joga fora de casa, quarta-feira, a partir das 20h, no estádio Almeidão, em Tombos, contra o Tombense, em jogo antecipado da sétima rodada.

 

 

GOL RELÂMPAGO E VIRADA
Antes de a bola rolar, os jogadores respeitaram um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente da Liga Esportiva de Muriaé (LEM), César Dutra, que faleceu na última sexta-feira. O arbitro mal apitou a partida e o Guarani-MG partiu para o ataque. Em jogada bem tramada, Michel Cury achou Tardeli, que finalizou para abrir o placar para o time de Divinópolis com apenas um minuto de jogo.
O Nacional-MG parecia perdido em campo, mas contou com o faro do centroavante Nei Mineiro para conseguir a igualdade aos 12, após cruzamento de Jonathan. Aos 22 minutos, a virada. Léo Medeiros sofreu falta na intermediária que ele mesmo cobrou com categoria, sobre a barreira, para fazer 2 a 1 para o time da casa.
O mandante pressionou, mas o Guarani-MG conseguia sair para o jogo com qualidade nos pés de Michel Cury, que em cobrança de falta obrigou o goleiro João Carlos a fazer grande defesa. No time de Muriaé, a presença do recém-contratado meia Yuri no onze inicial melhorou o setor de criação. O jogador fez boa dupla com Léo Medeiros na armação do Nacional-MG. Aos 29, Nei Mineiro apareceu de novo. Após cruzamento da esquerda de Badé, a defesa afastou mal e o artilheiro mostrou oportunismo ao completar para o gol: 3 a 1. No fim da etapa inicial, Tardeli novamente obrigou João Carlos a trabalhar para impedir o segundo gol da equipe de Divinópolis.

 

GUARANI-MG PRESSIONA
O Guarani-MG voltou disposto a empatar no segundo tempo, com o Nacional-MG recuando para administrar a vantagem e buscando aproveitar os contra-ataques. O primeiro lance de perigo surgiu assim, com chute de Júnior Lemos defendido pelo goleiro George. Pouco depois, após falta de Léo Medeiros em Thiago Carpini, Nei Mineiro recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca o time na próxima rodada. O jogador foi substituído no fim da partida e saiu de campo sentindo dores na perna.
O Guarani-MG chegou ao segundo gol aos 23 da etapa complementar. Fernando sofreu falta na entrada da área que o lateral Alex cobrou no canto para diminuir a desvantagem. Confiante no empate, a equipe de Divinópolis partiu para cima mas não conseguiu chegar à igualdade e somou a segunda derrota no Mineiro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.