quinta-feira, 5 de Abril de 2012 12:22h Luciano Eurides

Natação regional já se prepara para etapa de Lavras

No próximo dia 14 será disputada a segunda etapa do Torneio Regional de Natação. A Administração Regional espera receber 150 atletas dos clubes e academias de Divinópolis, Itaúna e a cidade anfitriã: Lavras.
A cidade de Divinópolis deve participar com o maior numero de nadadores e também de delegações com Estrela do Oeste Clube, Naduarte Academia, Divinópolis Clube e Centro Esportivo Olímpico/Divinópolis Tênis Clube.
Os trabalhos são intensificados, isso devido a primeira competição do ano mostrar erros e as avaliações necessárias se tornarem um plano com metas a serem obtidas. Destaque especial para a equipe do Divinópolis Tênis Clube (DTC) que vem trabalhando desde o início do ano, os atletas surpreenderam pela qualidade e avanços obtidos. A equipe também é a de maior numero de meninas, indo contra a tendência atual.
O professor Fernando Camargos viu a competição como uma excelente maneira de avaliar os nadadores e ficou satisfeito com a apresentação, mesmo porque o trabalho preparativo foi muito intenso. “os resultados foram muito positivos, tivemos atletas sem ritmo competitivo  e sensibilidade, o que é para a natação um fator muito importante. A partir de agora já participamos e isso vai melhorando. Pela pré-temporada e temporada, por ser um período de treinamentos intensos é comum o atleta não chegar muito bem. Mesmo assim nadamos nos melhores tempos dos atletas e ainda João Paulo e Letícia que nadaram provas complexas e se superaram e mostraram a cara do que pode ser o segundo semestre de 2012”, garantiu.
Muitos atletas nadaram a primeira vez, não é o caso específico do DTC, mas Fernando garantiu que eles gostaram e deram uma resposta ao trabalho feito. “Esses atletas estão muito motivados, são muito novos e com uma filosofia de trabalho afinado com a equipe”, destacou e ainda comentou o fato de o CEO/DTC se destacar na natação feminina, enquanto outros clubes o masculino é a esmagadora maioria. “A natação feminina no Brasil ela tem uma certa dificuldade. Tivemos resultados internacionais na idade entre 13 e 14 anos representando o Brasil e ficando entre os melhores do mundo. Nós desde 2010 é a equipe que tem melhores resultados e concentra o maior número de meninas. É uma situação criada com os anos por identificação. Hoje nossa principal força é a natação feminina onde temos um dos melhores revezamentos de Minas Gerais e atletas campeãs mineiras e pódios. É muito respeita no regional e no estado”, comentou.
Na cidade de Itaúna, além da natação feminina onde mais uma vez o CEO/DTC mostrou toda a hegemonia, dois atletas em especial demonstraram uma evolução muito grande: João Paulo e Manoel. Para o professor  é um reflexo do trabalho. “O nosso masculino caminhava o contrário do feminino com um resultado ou outro, hoje ele cresce em proporções animadoras. Temos sim atletas crescendo absurdamente”, considerou e acrescentou a capacidade dele nadar outros estilos. “A proposta foi criada e ele já conseguiu corresponder e ainda demonstrar que pode crescer em outras instancias”, avaliou.
O atleta Manoel também ficou satisfeito com os resultados obtidos. “Achei uma experiência bacana, nadei os 200 costas e gostei muito, dentro do possível quero nadar outras provas também. É um mundo novo, diferente e gostei”, disse o atleta.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.