quarta-feira, 2 de Novembro de 2011 14:37h Atualizado em 2 de Novembro de 2011 às 14:46h. Luciano Eurides

Natação regional prestes a encerrar o ano esportivo

A natação regional já encerrou o circuito de natação, restando apenas mais uma competição que é o campeonato de inverno a ser promovido em Lavras. Assim os atletas já se focam nos campeonatos maiores, como o mineiro e brasileiro

Foi realizado no último sábado, no Divinópolis Tênis Clube (DTC) foi realizada a sexta e última etapa do Circuito Regional de Natação. Participaram 156 atletas (98 masculino e 58 feminino) de seis clubes. O Lavras Tênis Clube colocou na piscina 39 participantes, sendo 20 do sexo masculino e 19 femininos, a parceria Centro Esportivo Olímpico/Divinópolis Tênis Clube (CO/DTC) entrou com 34 participantes, sendo 20 masculino e 14 feminino. Estrela do Oeste Clube (EOC) com um grande número de participantes (33), sendo 26 homens e sete mulheres. O Divinópolis Clube 22 atletas (15 homens e sete mulheres). O Centro Esportivo Padre Luis Tukemburg trouxe 14 atletas, sete de cada sexo. A Academia Jair Miranda dois, entre eles Tiago, uma grata revelação do bairro Interlagos. O clube convidado, Barroca de Belo Horizonte, visitou a cidade com nove nadadores e três nadadoras.
Um dos destaques da prova foi o jovem Tiago Elói, ele nascido no ano 2000 (Petiz I), nadou a prova dos 100m peito em dois minutos, um bom tempo se levarmos em conta que atletas das categorias petiz II e até mesmo Infantil II (nascidos em 1997), nadaram nesse mesmo tempo. Também os atletas do CEO/DTC, nadando em casa tiveram importantes tempos. Nos 200m medley, Manoel Batista Rodrigues da Infantil II, baixou o próprio tempo em 15 segundos. Também Hyago Xavier Carrilho (Juvenil I) deixou os 3min01seg69 e baixou para 2min58seg91.


Para o professor da parceria CEO/DTC, Fernando Camargos o momento é importante para a natação em especial pelo momento de campeonato mineiro e brasileiro. “Regional, mineiro e brasileiro é uma equação complicada onde temos de trabalhar muito a sensibilidade e as coisas tem de acontecer agora. Temos de ter condições de competir e buscar o melhor resultado. Estão satisfatório os resultados com melhor nível técnico e de velocidade. Já temos bons resultados e esperamos chegar bem. No Regional, estamos na segunda colocação e queremos manter isso. O regulamento privilegia aquelas equipes com maior numero de atletas, e nós trabalhamos com qualidade, hoje temos de fechar como segunda melhor equipe da regional e também estarmos entre as cinco do Estado de Minas Gerais”, contou.


Para o atleta Hyago Xavier Carrilho é um momento de muita cobrança e também importante para a avaliação do trabalho de um ano inteiro. “Fizemos bons treinamentos, o Fernando (Camargos) cobra bastante e exige um bom desempenho”, falou ele que é prova de uma busca diária de uma melhor colocação.


Apesar da dedicação de atletas e professores, do incentivo dos pais, a natação da região poderia avançar mais. Essa é a visão do treinador do Barroca de Belo Horizonte, equipe que veio a Divinópolis participar do torneio e acredita na evolução da natação local. Para o professor Enes Rocha o momento é de uma variação grande por região, eles participam da metropolitana. “Pegamos um nível mais elevado para competições maiores, como brasileiro e campeonatos internacionais. Quando chegamos aqui percebemos uma diferença muito grande, a região está crescendo e evoluindo, mas precisa desenvolver mais na qualidade, isso através de apoio e incentivo. Os meninos daqui estão investindo nisso e as regionais precisam investir mais em atletas de futuro”, avaliou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.