quinta-feira, 28 de Junho de 2012 09:10h Gazeta do Oeste

No primeiro toque, Romarinho salva o Timão

O jogo de volta será na próxima quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu. Em caso de novo empate, a decisão vai para a prorrogação e, caso o resultado persista, pênaltis.

Romarinho entrou para definir o jogo e salvar o Corinthians da derrota na final da Taça Libertadores da América. Em sua quarta partida com a camisa alvinegra, o atacante conseguiu o gol empatou o confronto: 1 a 1.

 

Após o Boca Juniros sair na frente com Roncaglia, o camisa 21 recebeu dentro da área e, como o seu xará e um dos maiores atacantes da história do futebol, bateu com tranquilidade para marcar o gol. Foi seu primeiro toque na bola na partida. Com apenas 21 anos, ele calou a Bombobera lotada, marcou um golaço e salvou o Timão.

 

Romarinho entrou aos 38 minutos do segundo tempo no lugar de Danilo, que salvou o Corinthians na partida contra o Santos. O camisa 20 marcou o gol de empate ante o Peixe, que classificou o Alvinegro.

 

– Graças a Deus brilhou a minha estrela e eu consegui fazer o gol – comemorou o atacante.

 

Antes da partida desta quarta-feira, Tite surpreendeu. O técnico deixou Willian, que chegou a ser titular em alguns jogos desta temporada, de lado para levar Romarinho para a partida.

 

– Foi meu primeiro toque e consegui finalizar. Vi que o goleiro estava caindo e consegui dar o toque por cima – disse o atacante após o jogo, ao Fox Sports.

 

No último domingo, contra o Palmeiras, ele já havia salvado a equipe. Após o Timão sair perdendo por 1 a 0, Romarinho, que fazia sua primeira partida como titular, marcou dois golaços. Um de letra e um com uma linda jogada em cima de Cicinho.

 

Na sexta-feira, antes da partida contra o Verdão, Romarinho já sonhava com uma vaga na equipe que enfrentaria o Boca pela final da Libertadores. Em entrevista coletiva, ele esperava um bom jogo no clássico para ter chances de ser levado para Buenos Aires. Tite relacionou quase todos os jogadores inscritos – Ramon, lesionado, e Ramírez, por opção técnica, foram os únicos que não viajaram para a Argentina.

 

– É um moleque iluminado, parece que chegou no momento certo. Na primeira bola ele mostrou frieza e qualidade – disse Alex.

 

Romarinho correu o risco de ficar fora da lista de jogadores inscritos para a Libertadores. Contratado no início do mês, Tite cogitou não levá-lo para a disputa. Mas, sem mais opções, o jovem acabou entrando na lista juntamente com Willian Arão. Saíram o zagueiro Paulo André e o volante Edenílson.

 

– Fiquei muito feliz em ajudar meus companheiros. Agora vamos para o Pacaembu. Vai ser muito emocionante lá – completou o herói da partida.

 

O jogo de volta será na próxima quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu. Em caso de novo empate, a decisão vai para a prorrogação e, caso o resultado persista, o campeão sairá nos pênaltis. Quem vencer no tempo normal levantará a taça.

 

 

 

GLOBO.COM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.