quinta-feira, 28 de Junho de 2012 10:59h Luciano Eurides

Nova Diretoria do Guarani assumirá o clube no dia 02 de julho

No Conselho deliberativo Dr Sebastião de Pádua é o presidente, José Maria Scaldini o vice e Rogério Aquino o secretário. Um total de 61 conselheiros votaram.

O processo de assembleia geral do Bugre terminou com a reeleição de Edison de Oliveira e com ele venceu Gilson Morais para vice. No Conselho deliberativo Dr Sebastião de Pádua é o presidente, José Maria Scaldini o vice e Rogério Aquino o secretário. Um total de 61 conselheiros votaram.

 


A assembleia geral foi provocada por duas situações. O mandato prorrogado de Edilson de Oliveira, para a manutenção da equipe pós Taça Minas Gerais fazendo o caminho do Campeonato Mineiro e a eleição adiada do Conselho deliberativo. O conselho diretor tem mandato de dois anos e foi aclamado sendo Edilson de Oliveira e Gilson Morais os componentes do conselho diretor. Edilson falou na alegria de chegar ao Bugre quando ele estava no módulo I e reassumir três anos depois com o time na Série D do Campeonato Brasileiro. “Esse é o objetivo e nesses dois anos e meio já conseguimos muito sendo uma honra já que labutamos no Guarani. Eu já tinha dito que não gostava de reeleição, mas em face desse grupo de empresários que conseguimos atrair e eles me intimaram a continuar, tive de buscar força, busquei outras forças, valorizamos a casa, buscaremos as categorias de base e estruturação, para ser um grande time como deveria ser a muitos anos”, falou.

 


Já o presidente eleito para o Conselho Deliberativo do Clube, com mandato de três anos é o médico do time desde 1994, Dr Sebastião de Pádua explica porque, embora sempre convidado a um cargo na direção do time, somente agora aceitou o desafio. “Eu vi que o momento para o Guarani é muito bom, trouxe o Gilson para ser o vice diretor, é um passo importante para começarmos as categorias de base, diziam que o Guarani não conseguiria empresários para ajudar e conseguiram, é um momento bom e quanto ao conselho, procuravam alguém para ser o consenso. Foi um momento democrático e agrediram que eu poderia ajudar e ser Guarani”, disse.

 


O novo estatuto prevê posse dia 1º de julho, como dará em um domingo, os eleitos tomam posse no dia 2, no estádio Waldemar Teixeira de Faria.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.