terça-feira, 27 de Novembro de 2012 09:24h Luciano Eurides

Nova Serrana é o destino do Guarani

O Guarani de Divinópolis vai mandar seus jogos no Campeonato Mineiro de 2013 na Arena do Calçado, na cidade vizinha de Nova Serrana

O Guarani de Divinópolis vai mandar seus jogos no Campeonato Mineiro de 2013 na Arena do Calçado, na cidade vizinha de Nova Serrana, distante 45 km de Divinópolis. O anúncio deverá ser feito de forma oficial ainda nesta semana pela diretoria do Guarani. De acordo com informações colhidas com pessoas ligadas ao prefeito eleito de Nova Serrana, Joel Martins e a diretoria do Guarani, o município vizinho cederia o estádio, a hospedagem e o transporte.

O fato do Tamanduá fazer os jogos mais importantes do ano (Campeonato Mineiro) é a falta de estrutura do estádio Waldemar Teixeira de Faria e as imagens da TV poderiam ficar prejudicadas. Existe sim a exigência do Corpo de Bombeiros, dispostas na normativa  37 para centros esportivos, que prevê a instalação de geradores, substituição dos portões do estádio, além de várias adequações, entre elas corrimão nas escadarias e para-raios, tudo isso gera despesas e o clube alega não tem condições financeiras para cobrir até a data do início do campeonato. A situação da iluminação do estádio também pesa contra o Farião, já que alguns jogos do Campeonato Mineiro são realizados à noite, atendendo à programação da TV detentora dos direitos de transmissão.

O Guarani, de acordo com o ofício circular 003/2012 – DF da Federação Mineira de Futebol (FMF) deve apresentar laudos de vistorias conforme Decreto 6795/09, em obediência ao artigo 23 do Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/09), tudo em consonância com os requisitos estabelecidos nas Portarias nº. (s) 124 e 238 expedidas pelo Ministério dos Esportes. Os laudos solicitados se referem ao estádio que cada agremiação mandará seus jogos, devendo ainda ser obedecido: Os laudos de vistorias deverão ser expedidos pelas autoridades/órgãos competentes, a saber, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Sanitarista da Secretaria Municipal de Saúde, devendo atestar as condições de segurança, higiene, dimensionamento de capacidade de público, anexando, necessariamente a memória de cálculo que ateste a real capacidade de público; Os laudos apresentados deverão estar homologados pelo Ministério Público, bem como pela FMF.
O Farião atualmente passa por reformas, tanto no gramado, quanto no hall de entrada, que abrigará a sala de troféus e uma loja oficial que comercializará produtos oficiais do clube. O estádio deverá ser utilizado apenas como campo de treinamento para o time profissional. Na ultima semana, o vice-prefeito eleito de Nova Serrana, Fábio Avelar, já havia dado a declaração de que com a saída do Nacional para Patos de Minas, a cidade não ficaria sem futebol para o ano de 2013, e que já havia um pré contrato com um time do Módulo I do Campeonato Mineiro para mandar seus jogos na cidade. O Guarani utilizará a Arena do Calçado, que tem capacidade para oito mil torcedores e pertence à Prefeitura Municipal de Nova Serrana.
De acordo com o comandante da Cia de prevenção, o estádio do Farião precisa de adequações que levam algum tempo e somente depois de realizadas será expedido o laudo necessário. “Existe o risco real do estádio não ser liberado para uso no Campeonato Mineiro de futebol no ano de 2013, o Guarani usa a liberação de 2010, isso ocorreu momentos antes da instrução técnica de número 37, que estabelece os procedimentos e requisitos de segurança para adequação dos estádios e com isso a validade da liberação é necessário a atualização do projeto e execução delas no estádio. O Guarani terá de executar as medidas e há tempo, embora curto, nós temos conhecimento das condições do clube, mas as adequações são importantes para a segurança e não poderão ser feitas em um prazo de semanas, e sim de um ou dois meses”, declarou.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.