sexta-feira, 23 de Setembro de 2011 13:16h Dácio Fernandes

Novidades na convocação da Seleção Brasileira

Borges, Elkeson, Emerson e Diego Souza são chamados para encarar a Argentina. Kléber, do Porto, é a surpresa diante de México e Costa Rica em que serão utilizados jogadores que atuam no exterior


Mano Menezes divulgou ontem, as duas listas de convocados da Seleção Brasileira para o duelo contra a Argentina, na próxima quarta-feira, no Mangueirão, em Belém, e para os amistosos diante da Costa Rica, dia 7, em San José, e do México, no dia 11, em Torreón. As grandes ausências nos grupos chamados pelo comandante são os atacantes Leandro Damião e Alexandre Pato, que sofreram lesões musculares na última quarta-feira, atuando por Internacional e Milan. Ronaldinho Gaúcho e Neymar vão participar dos três jogos.


As novidades da lista de Mano para a decisão do Superclássico das Américas contra a Argentina, apenas com atletas que atuam no Brasil, são as seguintes: Elkeson, do Botafogo, Diego Souza, do Vasco, Borges, do Santos, e Emerson, do Coritiba. Já para o confronto diante de costa-riquenhos e mexicanos, em datas-Fifa, o treinador chamou apenas um atleta por clube que participa do Brasileirão e surpreendeu com um novato de idade olímpica: o atacante Kléber, do Porto. O goleiro Neto, da Fiorentina, o zagueiro Réver, do Atlético-MG, o volante Sandro, do Tottenham, e o meia Hernanes, do Lazio, voltaram a ser chamados pelo técnico.


A partida diante da Argentina é válida pelo Superclássico das Américas, a reedição da extinta Copa Roca. No jogo de ida, em Córdoba, as duas seleções não saíram do zero. Uma nova igualdade em Belém vai levar a decisão do torneio para os pênaltis. A delegação canarinho viaja para a capital paraense no próximo domingo e já treina na segunda-feira, no local da partida, às 18h (de Brasília), com a presença dos torcedores locais, que vão precisar adquirir entradas em troca de 1kg de alimento não perecível.


A apresentação para o Superclássico das Américas será no dia 26. Os atletas serão liberados no dia 29 para retornarem aos clubes.
Para os amistosos contra Costa Rica e México, Mano pôde convocar força máxima. Porém, os atletas que atuam no futebol brasileiro podem desfalcar as equipes em até duas rodadas do Campeonato Brasileiro (28ª e 29ª). A tendência é que a CBF faça algumas alterações na tabela da competição nacional para não prejudicar os clubes afiliados. Para os jogos, o treinador convocou apenas um jogador por clube canarinho.
São Paulo e Cruzeiro, que abrem a 28ª rodada da competição, não serão prejudicados por conta da realização da partida no dia 5 de outubro, dois dias antes do duelo contra a Costa Rica. Os jogadores vão se apresentar à Seleção para os confrontos com os afiliados da Concacaf no dia 2 e 3 de outubro. O retorno aos clubes será apenas no dia 12.


Apesar de a 29ª rodada só acontecer no dia 12 de outubro, um dia após o duelo contra o México, em Torreón, os atletas não teriam tempo de recuperação para participar dos confrontos pelo Campeonato Brasileiro, já que só retornariam ao Brasil no dia das partidas.
No jogo contra Gana, no início de setembro, os atletas que atuam no futebol brasileiro perderam apenas uma rodada. Por decisão da comissão técnica da Seleção Brasileira e alterações na tabela, os jogadores só se apresentaram em Londres após a rodada do fim de semana.

 

 

Veja quais os jogos os atletas não vão participar na Série A


Atlético-MG - América-MG (08/10) e Santos (12/10)
Botafogo - Bahia (08/10) e Corinthians (12/10)
Fluminense- Flamengo (09/10) e Coritiba (12/10)
Flamengo - Fluminense (09/10) e Palmeiras (12/10)
Internacional - Vasco (09/10) e São Paulo (12/10)
Santos - Palmeiras (09/10) e Atlético-MG (12/10)
São Paulo - Cruzeiro (5/10) e Bahia (12/10)
Vasco - Internacional (09/10) e Atlético-PR (12/10)

 

Retrospecto de Mano à frente da Seleção Brasileira


Sob o comando de Mano Menezes, a Seleção Brasileira já disputou 15 partidas. Foram sete vitórias, três derrotas e cinco empates. Até o momento, o time canarinho ainda não conseguiu vencer um rival de peso com o treinador no comando - Argentina (1 a 0, Doha), França (1 a 0, em Paris) e Alemanha (3 a 2, em Stuttgart).


Na primeira competição oficial da era Mano Menezes, a Seleção foi eliminada nas quartas de final ao perder nos pênaltis para o Paraguai. Nas cobranças, o time canarinho não converteu nenhuma - três para fora e um nas mãos do goleiro Villar. Elano, André Santos, Fred e Thiago Silva desperdiçaram os lances para a equipe nacional.


(veja a lista de convocados na edição FLIP da Gazeta do Oeste)

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.