terça-feira, 27 de Setembro de 2011 10:55h Dácio Fernandes

O Atlético se reapresenta hoje e tem três jogos em casa para definir o que quer do campeonato

O assunto que dominou os bastidores do Galo, após a derrota para o Internacional por 2X1 em Porto Alegre, foi a arbitragem

Cuca era um dos mais indignados “A diretoria está representando o torcedor. O que assistiu e ouviu o jogo está indignado pela falta de critério, não por erro e acerto do árbitro. Tivemos lance parecido contra o Atlético-GO, no gol do Guilherme, e por que o Paulo César Oliveira não foi consultar o assistente, como o árbitro de hoje fez. Falta critério.”


O técnico atleticano disse que o árbitro Péricles Bassols estava muito nervoso e transferiu esse nervosismo aos jogadores, o que segundo ele acabou custando a expulsão do zagueiro Réver.


O diretor Maluf aumentou o tom das críticas, dirigidas não só aos árbitros, com também à comissão Nacional de Arbitragem (Conaf) e seu presidente Sérgio Corrêa “O Péricles expulsou o Cuca contra o São Paulo. Contra o Inter, ameaçou o Cuca, xingou os jogadores de baixo nível... É um juiz desequilibrado, que desacata os jogadores. Acho que a responsabilidade de tudo isso é do Sérgio Corrêa, diretor de árbitro da CBF, que não tem competência para estar nessa função.” Maluf chegou a dizer, inclusive, que acredita que está havendo manipulação de resultados no Campeonato Brasileiro. “Por muito menos, a arbitragem foi questionada na época do Edilson Pereira, e não está muito diferente não. A arbitragem está fazendo o resultado como ela quer, apita os jogos e fazem os resultados que querem”.

 

 

Alívio na tabela


Estacionado na zona de rebaixamento a várias rodadas, o Galo terá uma sequência favorável para tentar reagir no Nacional e escapar da zona da degola. O time de Cuca  fará três jogos seguidos dentro de casa, junto de sua torcida, na Arena do Jacaré.

 

A série em casa começa no próximo domingo, diante do Ceará, pela 27ª rodada. No dia 8 de outubro, o Alvinegro disputa o clássico com o América e depois encara o Santos, também em Sete Lagoas, no dia 13.

 

 

O Atlético só voltará a atuar longe de casa no dia 16 de outubro, quando vai ao Rio enfrentar o atual líder do Campeonato Brasileiro, o Vasco.

 

O técnico Cuca já avisou que a equipe não pode desperdiçar os próximos nove pontos do campeonato. “São jogos para somarmos nove pontos e sairmos dessa situação. A equipe está em evolução, organizada, não está tendo tanta eficácia no lance final. Poderíamos ter empatado, mas vamos ajustar algumas coisinhas. A equipe está passando confiança, apesar do momento ruim na classificação”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.