sábado, 10 de Novembro de 2012 05:34h Gazeta do Oeste

Obras e Engenhão explicam queda da média de público, dizem analistas

 Estádios em obras no Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro. A média de público do Campeonato Brasileiro é de apenas 12.779 pagantes em 2012. No ano passado, esteve em 14.160. Para os convidados do "Redação SporTV", a redução de quase 10% se resume ao fechamento de algumas das principais arenas esportivas do país, para a Copa do Mundo de 2014: principalmente, o Maracanã.

- O Fluminense fez um grande campeonato, mas o carioca não se acostumou ao Engenhão. Esse é um problema sério. O estádio não lota. A torcida do Atlético lota o estádio, mas o Independencia tem um limite. Não tem a mesma capacidade do Mineirão. O Inter só usa um terço do Beira-Rio - afirmou o comentarista do SporTV Lédio Carmona.

 Dono da maior torcida do país, o Flamengo é apenas o oitavo em público. Líder do Brasileirão, o Fluminense é o 12º na lista. Botafogo e Vasco aparecem em 14º e 16º, respectivamente.

- O campeonato foi prejudicado por interrupções e em boa parte do ano esteve em segundo plano. Tivemos Eurocopa, final da Libertadores, Olimpíadas, tudo isso divide as atenções. Foi um ano acidentado no calendário. Mas não existe uma explicação completa. Não dá para entender como um campeonato forte como o Brasileiro tem público tão pequeno - disse Lédio Carmona.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.