sexta-feira, 3 de Abril de 2020 10:11h Portal G37

ORGANIZADORES DE EVENTOS ESPORTIVOS DO CENTRO-OESTE ADEREM MOVIMENTO “JUNTOS PELOS EVENTOS ESPORTIVOS”.

Essa semana, os organizadores de corridas de rua começaram a compartilhar mensagens do movimento denominado “Juntos pelos Eventos Esportivos”, como forma de fortalecer o setor, que foi um dos primeiros a serem afetados e um dos que mais sofrem com o momento de isolamento social por causa da pandemia da Covid-19 que atinge o mundo todo.

A medida foi imposta como forma de conter o avanço do coronavírus.

Numa iniciativa inédita, os organizadores de eventos de todo o país se uniram para buscar a volta das inscrições nas corridas de rua, bike, natação, entre outros. O movimento pede aos corredores que continuem com suas inscrições, mesmo que não haja uma previsão de quando os eventos voltarão a acontecer.

Em todo o mundo, dezenas de competições importantes foram suspensas ou adiadas como a Libertadores e Sul-Americana, GP da Austrália e até mesmo as Olimpíada de Tóquio-2020.

No Centro-Oeste, a empresa líder de mercado no segmento, RD Empreendimentos, aderiu à campanha.

De acordo com Rômulo Duarte, diretor da empresa, em momento algum são questionadas as medidas impostas, até porque, a empresa vive do esporte, preservando a saúde e a vida.

Rômulo explicou que os organizadores de eventos esportivos movimentam algo considerável na economia e tem uma infinidade de empresas envolvidas, independentemente do tamanho, que vai desde o fornecedor da infraestrutura, do som, de quem produz a camiseta a medalha.

 

NÚMEROS POSITIVOS

Dos eventos que a RD Empreendimentos organiza, cinco datas foram deslocadas e houve apenas um cancelamento.

“Dos eventos com inscrições abertas tivemos apenas um pedido de estorno. Diante disso não podemos deixar de agradecer aos atletas, porque fazem o que gostam, por credibilizar os realizadores e organizadores, além de fazer manter os negócios ativos”, comentou Rômulo.

O diretor da RD Empreendimentos engajado na campanha ainda fez um convite para toda cadeia produtiva, através dos líderes e organizadores. “Nós estamos abertos, vamos discutir o setor, vamos dar as mãos e discutir depois disso tudo, o que pode ser feito em prol do atleta, dos nossos contratantes e investidores. Precisamos ver uma saída, ter uma previsibilidade pra gente ajustar nosso calendário e não sobrecarregar o segundo semestre. É hora de seguir os preceitos do esporte: resiliência, organização, planejamento, determinação e muito trabalho. Os eventos voltarão mais fortes do que nunca”, finalizou.

 

 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.