quarta-feira, 13 de Julho de 2016 15:52h Site oficial America-MG

Osman indica paciência e trabalho para fazer a bola entrar no gol adversário

Osman está convicto de que a maré ruim vai passar no domingo

Quando arriscou um chute de dentro da área, a bola parecia ter endereço certo, que entraria no ângulo esquerdo do gol defendido pelo goleiro Dênis, do São Paulo. Mas, por capricho, a bola passou a milímetros do travessão. Para o meia Osman, são situações do futebol que não tem explicação. Por isso, não lhe resta alternativa que não seja seguir trabalhando, confiante de que os “milímetros” contrários se convertam em vantagens para o América já no jogo contra o Santa Cruz, domingo, às 11h, no Independência.

A última vitória do América no Campeonato Brasileiro foi justamente no Independência, contra Coritiba, por 2 a 1, de virada. Para voltar a vencer no Brasileirão, o meia afirma que o elenco deve se manter calmo e continuar com o trabalho forte. O jogador ressalta que o elenco deve continuar focado na recuperação. Ele acredita que, só desta forma, o Coelho irá reencontrar o caminho das vitórias.

 

 

 

“Para as vitórias voltarem temos que manter a calma, a paciência e trabalhar. Porque, se trabalhando a bola não está entrando e as vitórias não estão vindo, imagina se a gente parar... Temos que manter o foco. Temos que fazer o que a gente está fazendo, que é trabalhar duro no dia a dia, pois tenho certeza de que assim a vitória já virá no domingo”, enfatiza.

Segundo Osman, outro fator fundamental para voltar a vencer é não repetir uma atuação tão ruim como no jogo contra o São Paulo, na última rodada. O meia afirma que ninguém na equipe gostou do que foi apresentado e diz que o time aprendeu a lição de que não pode mais atuar de forma tão passiva como foi.

 

 

 

“Ficou a lição de que não podemos entrar do jeito que entramos naquele jogo, porque não foi a primeira vez. Contra o Botafogo aconteceu também. Houve evolução nos últimos jogos e parece que voltou para o zero no último jogo contra o São Paulo. Fizemos uma partida que todos não gostamos”.

Osman fala da chance que teve em São Paulo e afirma que não é supersticioso, mas que se for para o bem, não vê problema nenhum naqueles que fazem uma “fezinha”.

 

 

 

“É a fase que o time está passando. Até comentamos que no chute que eu dei contra o São Paulo, no fim do jogo, se é uma bola dos caras vai para dentro do nosso gol. Nossa fase não está ajudando muito, mas se a gente trabalhando e correndo está sendo desse jeito, imagina se a gente parar. Temos que continuar trabalhando, porque uma hora a bola vai entrar”, acredita.

 

 

PREPARAÇÃO

Com a semana cheia à sua disposição, o técnico Sérgio Vieira comandou na manhã desta quarta-feira (13/7), mais um treinamento intenso no CT Lanna Drumond. Seguindo a programação da semana, o time americano retorna as atividades na manhã desta quinta-feira (14/7).

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.