segunda-feira, 1 de Abril de 2013 07:50h Divulgação

Palmeiras não quer o técnico Gilson Kleina

O fato é que tudo depende do presidente, que de alguma forma vai desagradar alguém com sua decisão.

O treinador balança no cargo após a derrota por 6 a 2 para o Mirassol, na última quarta-feira (27), pelo Campeonato Paulista, e uma reunião entre o presidente Paulo Nobre com o diretor executivo José Carlos Brunoro e o gerente de futebol Omar Feitosa deve definir a situação. O fato é que tudo depende do presidente, que de alguma forma vai desagradar alguém com sua decisão.
A diretoria está dividida sobre ficar ou não com o treinador. Parte dela acha que o motivo da derrota humilhante para o Mirassol foi motivada pela fragilidade do elenco. Outra parte entende que o treinador ainda não conseguiu dar padrão tático ao time, mesmo estando no clube há mais de seis meses e a equipe ter mudado bastante em comparação ao ano passado.
Precavida após os últimos episódios de violência envolvendo a torcida do Palmeiras, a Polícia Militar se antecipou na noite da última quarta-feira (27) e reforçou a segurança na frente da Arena Palestra, antigo Palestra Itália. A PM mandou para o local duas motos da Rocam. Os policiais se posicionaram na entrada da rua Turiaçu, onde também há uma loja do clube que inclusive é sempre "visada" pelos torcedores.
No ano passado, durante a briga contra o rebaixamento para a Série B, o local chegou a ser invadido e depois queimado por torcedores revoltados. O caso foi parar na polícia. Além disso, tornou-se um hábito de alguns torcedores picharem os muros do clube sempre que algo negativo acontece com o time. Na avaliação de quem chamou a polícia, a derrota por 6 a 2 para o Mirassol poderia gerar mais confusão.
Após a derrota para o Mirassol, integrantes da TUP (Torcida Uniformizada do Palmeiras) saíram de uma casa próxima à Arena Palestra para ameaçar dirigentes e começar um protesto, mas foram contidos com a chegada dos policiais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.