sexta-feira, 19 de Setembro de 2014 05:44h Atualizado em 19 de Setembro de 2014 às 05:47h. Luciano Eurides

Palmeiras vence o Flamengo dentro do Mendes Mourão

O Flamengo recebeu a equipe do Palmeiras em dois jogos válidos pelas categorias Pré-Infantil e Mirim do Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (Imef).

Crédito: Luciano Eurides

O Flamengo recebeu a equipe do Palmeiras em dois jogos válidos pelas categorias Pré-Infantil e Mirim do Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (Imef). O time do bairro Afonso Pena venceu no Pré-Infantil por 1 a 0, gol de Marcelinho, e também no Mirim pelo mesmo placar.


No Pré-Infantil o jogo colocou em campo duas tradicionais escolas do futebol da cidade, também uma revanche em relação ao primeiro semestre onde o Flamengo saiu vencedor no confronto. Reforçado, inclusive com três jogadores que na época defendiam o Flamengo, a equipe do Palmeiras estava motivada para a partida.


Em campo o Palmeiras comandava as ações, o goleiro do Flamengo fez as melhores defesas do jogo e assim garantia o placar inalterado. A equipe verde do Afonso Pena teve mais tempo de bola no campo de ataque e, quando chegava, o Flamengo tentava colocar pressão. Foi assim em uma cobrança de escanteio já no final da partida. Após a bola alçada na área, Lelê ficou com a sobra, puxou o contra-ataque e tocou para Marcelinho. Ele tirou a bola do alcance do defensor e na saída do goleiro fez um belo gol. O único do jogo e da vitória do Palmeiras.


O treinador, Dinei, vitorioso no clássico, se manteve nervoso e não gostou da demora do gol. “Eu havia falado para eles que jogar contra o Flamengo é sempre difícil, dentro da casa deles há um crescimento sempre no final. Nosso time atacou todo primeiro tempo e não fez o gol e isso gerou uma preocupação e desespero. Graças a Deus conseguimos o gol com o Macelinho depois de um lindo passe do Lelê. Passa confiança, hoje temos um time, não apenas os onze dentro de campo, posso substituir tranquilamente, usar em mais de uma competição. A derrota que tivemos no primeiro semestre [foi porque] estávamos com excesso de confiança, aquela derrota fez eles colocarem de novo os pés no chão e deram a volta por cima, hoje valeu a liderança”, analisou o treinador.


O jogador, Marcelinho, também avaliou a partida como difícil, mas disse que é assim mesmo que ele gosta. “Foi um gol bonito e contei também com a sorte, pois achei que o zagueiro conseguiria tirar a bola. Já que a bola passou, tive a tranquilidade de fazer o gol, foi um jogo difícil, temos um time superior, foi difícil e sendo um clássico foi diferente dos treinos, clássico tem emoção e gosto demais”, avaliou.


Alguns jogadores do Palmeiras fazem treinamento físico à tarde no Campo do Palmeiras, entre eles o zagueiro, Antônio. Este evolui muito dentro do processo de volta à equipe, pois estava no Atlético Mineiro. O goleiro, Pedro, também está com uma forma física invejável em comparação com os demais da categoria.


O atleta, Breno, vem ganhando a confiança do treinador e respeito dos colegas e adversários. Gabriel Balaio se apresentará no Cruzeiro dia 8 de outubro. As vitórias individuais e coletivas são fruto de muito trabalho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.