quarta-feira, 4 de Maio de 2011 10:55h Atualizado em 4 de Maio de 2011 às 10:57h. Luciano Eurides

Pancadaria marca quarta rodada do Rural

Quilombo e Lopes na categoria aspirantes, pancadaria generalizada

A Copa Rural, mais tradicional competição de futebol da região centro oeste já está marcada pela indisciplina. Na partida de aspirantes entre Quilombo e Lopes, socos e pontapés foram distribuídos dentro de campo. Costas garantiu a classificação com duas rodadas de antecedência e já existem equipes sem qualquer chance de classificação.


A partida entre os aspirantes de Quilombo e Lopes seguia normalmente. As duas equipes tentando chegar ao gol adversário. Os goleiros fizeram defesas importantes. O time da casa chegava com mais perigo, ainda no primeiro tempo, em cobrança de escanteio feita por Artur, Gambá cabeceou a bola que acertou o travessão.


No segundo tempo Gambá recebeu a bola pela direita e chutou forte, por baixo do goleiro, a bola acertou o poste esquerdo. Valdir recebeu a bola pela direita, chutou e o goleiro defendeu, no rebote tocou para Lucas Villafranca que chutou fraco, a bola foi ao encontro de Gambá que de calcanhar errou o gol. A pressão do time do Quilombo aumentava e em uma cobrança de falta feita por Pedro Henrique, Gambá se antecipou ao goleiro e fez o único gol do jogo.


Depois disso a partida pegou fogo. Em um lance de disputa de bola dois jogadores caíram, a arbitragem entendeu sendo normal, a bola sobrou para nova dividida e Pedro Henrique do Quilombo levou a pior. O zagueiro do Quilombo entrou para resolver a parada e acabou atingindo em cheio o jogador de Lopes. O jogador da defesa do time visitante entrou no bolo de jogadores já formado de voadora e briga começou. Ademir acertou um soco no rosto de Gilson e pontapés foram desferidos por todos os lados. Expulsos um de cada lado o jogo teve sequencia e o placar ficou mesmo 1x0 para o Quilombo que assume a liderança da Chave C. Lopes, para se classificar precisa vencer os dois confrontos restantes, e ainda torcer para Quilombo vencer todos os confrontos (Campista e Lagoa).

 

PRINCIPAL


Na categoria principal o jogo estava 0x0 em um primeiro tempo muito disputado onde a bola poucas vezes foi próxima ao gol. No segundo tempo, Marcelo, jogador que estava na reserva entrou no lugar de Lucas Villafranca, segundos antes da cobrança de uma falta. Na bola chutada a gol, o goleiro Adriano deu rebote e Marcelo, no primeiro toque dele na bola abriu o placar para o time da casa. Lopes usou a mesma arma para chegar ao empate. Cobrança de falta na área do Quilombo, ninguém da defesa subiu e a bola foi escorada para Juninho Minhoca de cabeça empatar o jogo.
Para o jogador Raul, capitão da equipe dos Lopes o empate fora de casa não pode ser um bom resultado, diante das circunstâncias em que Quilombo possui mínimas chances de classificação. “Apesar de ser fora de casa esse resultado pode ser considerado uma derrota, nosso time não jogou, embolamos o jogo inteiro no meio de campo e não chutamos a gol. Ficamos só naquele rolinho no meio campo. Tomamos o gol e custamos a empatar o jogo. Não tem nada perdido, temos de correr atrás da Lagoa e do Campista”, falou.


CLASSIFICAÇÃO


Na categoria aspirantes Inhame está disparado a frente na chave A, falta um empate nas duas próximas rodadas para estar matematicamente classificado. Branquinhos com seis pontos luta pela vaga outra vaga com Djalma Dutra (4). Cacoco de Baixo com dois pontos ainda tem raras chances. Na Chave B tudo embolado. Amadeu Lacerda lidera com oito pontos seguida de Cacoco de Cima e Costas com sete cada um. Mata dos Coqueiros não pontuou e não tem mais chances de se classificar. Na chave C Quilombo lidera com sete pontos. Campista e Lagoa somam seis. Lopes com um ponto ainda tem remotas chances. Na Chave D o Choro chega aos nove pontos, classificado. Córrego Falso precisa de um empate com Perobas para se garantir.


Na categoria principal Branquinhos com 10 pontos lidera a Chave A. A segunda vaga será disputada por Inhame ou Cacoco de Baixo, cinco pontos cada. Mesmo a Djalma Dutra com um ponto ganho pode ficar com essa vaga. Na Chave B Costas está garantido na próxima fase com 12 pontos. Cacoco de Cima com um ponto nos seis a serem disputados se garante também e deixa para trás Mata dos Coqueiros e Amadeu Lacerda. Na chave C a liderança é de Campista com oito pontos, seguido de Lopes com sete e Lagoa com cinco. Quilombo não possui nenhuma chance de classificação. Na chave D o primeiro colocado, definido é Córrego Falso, o segundo é Choro. Perobas está eliminada da competição nesta categoria.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.