terça-feira, 9 de Junho de 2015 10:01h

Para o técnico Luxemburgo, resultado no Horto foi incontestável

Criticado por parte da torcida celeste quando chegou ao Cruzeiro na semana passada, Vanderlei Luxemburgo começou a mostrar que ainda pode ser o velho 'Luxa'

Após apenas um treino coletivo – fechado à imprensa – o treinador levou o Cruzeiro a uma vitória importantíssima sobre o Atlético, por 3 a 1, em pleno Independência, encerrando uma sequência de mais de 11 jogos sem triunfo sobre o arquirrival.
Após a partida, o treinador fez questão de relacionar o resultado positivo às mudanças táticas que fez no time durante o treino fechado de sexta-feira (5) à tarde. “Na sexta-feira, quando eu pedi para os jornalistas não entrarem no treinamento mais cedo, foi porque eu queria fazer umas mudanças na equipe. Então, tudo que foi feito aqui na partida, foi treinado ontem [sexta] durante os 40 minutos que vocês [jornalistas] ficaram esperando" garantiu.
O técnico explicou o que mudou no time que vinha jogando com Marcelo Oliveira: "Colocando o Gabriel (Xavier) no time, trocando o posicionamento do Marquinhos, deslocando o Willian para o centro, porque eu queria dar velocidade, já que os dois zagueiros do Atlético são altos. Então, eu queria velocidade, mudança de direção. Botei os dois volantes nossos para inibir, já que eles jogam com um volante só, os dois meias deles não poderiam jogar. Então procuramos analisar bem o adversário que a gente conhece bem e os jogadores botaram em prática”, comemorou.
Para Luxa, o Cruzeiro não se descontrolou nem mesmo após sair em desvantagem e construiu a virada com muita justiça. “Sim [foi justo]. Mesmo no primeiro tempo, quando estávamos perdendo, o time estava bem postado, criando oportunidades concretas para marcar. Para ganhar aqui, tínhamos que fazer algo diferente, e os jogadores fizeram. Se não era proibido ganhar do Atlético no Independência, também não é proibido que briguemos pelo título”, decretou o técnico.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.