Pensando em novos reforços, Atlético segue de olho no mercado.

Com Jorge Sampaoli cobrando a diretoria e a torcida aguardando novas peças, o Galo deve agir nesta atual janela de transferências.

13 OUT 2020

Cristiano Medeiros

 

O Atlético que vem muito bem no campeonato Brasileiro, ocupando atualmente a liderança da tabela, agora desvia um pouco o seu foco extracampo para os próximos 27 dias, pois, a janela de transferências volta a abrir nesta terça-feira (13) e se encerra no dia 9 de novembro. Com cobranças do próprio comandante técnico e da torcida, o Atlético deve se mexer para reforçar o elenco.

O Atlético que foi protagonista no retorno do futebol brasileiro, trazendo diversos reforços como: Junior Alonso, Alan Franco, Eduardo Sasha, Everson e o artilheiro Keno, agora deve se mexer novamente, e tem como promessa de seus dirigentes, a chegada de pelo menos mais dois jogadores, que devem ocupar a zona do meio de campo e o ataque, e passam pelo apoio e aporte financeiro do mecenas alvinegro, Rubens Menin.

Vários foram os nomes cogitados no clube mineiro desde a chegada de Jorge Sampaoli, que é muito conhecido por ser extremamente exigente e ter uma grande lista de jogadores de seu feitio, com os quais ele mesmo faz contato em algumas ocasiões. Entre os nomes ventilados, Nahuel Bustos (já negociado com o Grupo City), Eduardo Vargas (do Tigres do México) e Sebastian Villa (do Boca Juniors da Argentina) foram os estrangeiros que mais ganharam forças, porém, nenhum foi adiante até o momento.

Apesar da não vinda dos reforços citados, a busca não parou por aí e o Galo surpreendeu ao negociar com o meia argentino Matías Zaracho, jogador de 22 anos, que havia sido cogitado em times europeus como Atlético de Madri e Borussia Dortmund, que chega custando 6 milhões de dólares aos cofres e deve ser anunciado de forma oficial nos próximos dias. Zaracho ocupa principalmente o lado direito do campo de ataque, onde habitualmente joga Alan Franco, e tem como características o bom passe e os desarmes.

Os camisas 9 e 10, ainda não surgiram, porém, caras já conhecidas do torcedor deram adeus às terras mineiras, e são eles: Cazares e Otero que foram para o Corinthians; Gustavo Blanco e Léo Sena que foram emprestados ao Goiás e Spezia Calcio da Itália. O torcedor atleticano agora aguarda ansiosamente a vinda de novos jogadores que possam agregar ao jogo já demonstrado pelo clube e tem a noção de que para isto o clube deve ir forte ao mercado, principalmente o sulamericano.

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.