quinta-feira, 5 de Dezembro de 2019 14:49h Portal G37

Porque a La Liga é dos campeonatos mais difíceis do mundo?

Em sua pesquisa mais recente, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) apontou a La Liga, principal campeonato espanhol, como a competição mais difícil de ser conquistada do futebol. O torneio é acompanhado de perto pela Premier League e pelo Campeonato Brasileiro, que figura em terceiro lugar.

Ao todo, o ranking é composto por 90 campeonatos que acontecem ao redor do mundo. Para a sua construção, foram analisados o desempenho dos cincos melhores clubes de cada país em competições nacionais e internacionais.

Como prova do resultado da pesquisa, estamos observando na temporada 2019/2020 uma das disputas mais apertadas da história do torneio. A diferença entre os favoritos ao título do campeonato espanhol La Liga é mínima, o que demonstra o alto nível da competição e torna a experiência de apostar em seus clubes ainda mais emocionante.

E buscando compreender um pouco mais dos porquês de a La Liga ser considerado o campeonato mais difícil do mundo, analisamos abaixo dois dos principais elementos dessa equação: as equipes que participam do torneio e os jogadores que atuam nele.

Alguns dos maiores clubes do mundo

Os clubes que estão no topo da tabela da temporada 2019/2020 da La Liga também podem ser apontados como uma das razões pelo qual o campeonato é tão difícil. Para vencê-lo, é necessário passar por Barcelona e Real Madrid, duas das principais e mais fortes equipes de futebol do mundo.

Isso não quer dizer, contudo, que os resultados dos demais clubes que participam do torneio são ruins. Os últimos doze anos provam exatamente o contrário. Durante esse período, seis títulos europeus vieram da Espanha. Como exemplo, temos clubes como Sevilla, Atlético de Madrid, Athletic Bilbao, Valencia e Espanyol que disputaram recentemente finais da Liga Europa.

Mas falando de maneira mais específica dos dois principais, temos, de um lado, o Barcelona, que reuniu ao longo de sua história 91 títulos, incluindo cinco europeus (1992, 2006, 2009, 2011 e 2015), cinco Supercopas da Europa (1992, 1997, 2009, 2011 e 2015), três mundiais (2009, 2011 e 2015) e quatro Copas dos Campeões de Copa (1979, 1982, 1989 e 1997), para falar apenas de alguns. O clube também foi campeão da La Liga na temporada 2018/2019.

Já do outro lado desta equação temos o Real Madrid, com 90 título acumulados em sua história. Dentre eles, três Mundiais de Clubes (1960, 1998 e 2002), 4 Supercopas da Europa (2002, 2014, 2016, 2017) e 13 Copas dos Campeões da Europa (1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1966, 1998, 2000, 2002, 2014, 2016, 2017 e 2018), também citando apenas alguns exemplos. Além disso, o clube é o único a ter posse definitiva da Taça da Champions League por tê-la conquistado em cinco vezes seguidas.

Alguns dos maiores jogadores do mundo

Uma boa equipe, claro, é construída por nomes de peso. E a La Liga possui alguns dos maiores jogadores do mundo. O campeonato é, na verdade, um verdadeiro ímã para os grandes nomes do futebol.

Um dos primeiros nomes que vem à mente de qualquer pessoa que acompanha o torneio espanhol, claro, é o de Lionel Messi, eleito pela sexta vez como o melhor jogador do mundo. Aos 32 anos, o craque argentino atua pelo Barcelona e, em 2019, foi coroado como artilheiro do Campeonato Espanhol, da Champions League e também levantou o troféu da competição nacional. Já em agosto deste ano, um revés, o atacante foi punido e proibido de atuar pela seleção argentina por três meses.

Além de Messi, também é possível mencionar seus companheiros de equipe, Luis Suárez e Gerard Pique. Outros nomes que fazem os olhos de qualquer apaixonado por futebol brilharem são os do francês Antoine Griezmann, do Atletico de Madrid, além de Eden Hazard e Luka Modrić, ambos do Real Madrid. 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.