segunda-feira, 21 de Outubro de 2013 08:22h Atualizado em 21 de Outubro de 2013 às 08:24h.

Projeto Torcedor do Futuro: lição de cidadania

Projeto já atendeu mais de 10 escolas de BH e Região Metropolitana

Lançado no mês de julho, com parceria do Boulevard Shopping, o projeto Torcedor do Futuro já atendeu até este mês a mais de quatro mil crianças, entre 8 e 17 anos, em mais de 10 instituições de ensino em Belo Horizonte e Região Metropolitana.

Com a participação efetiva do mascote Coelhão, as crianças têm a oportunidade de conhecer a instituição americana, além de participarem de oficinas educativas ministradas por educadores físicos. Nas oficinas são abordadas a construção de conhecimento crítico do Estatuto do Torcedor, a vivência ética e prazerosa da prática e a apreciação do futebol como fenômeno social e esporte profissional.

Os resultados não poderiam ser melhores. A cada escola visitada, há elogios ao caráter educativo do projeto. O sucesso gera novos convites para levar as oficinas para outras escolas. Uma dessas escolas já agendou a oficina para fevereiro de 2014.


Torcedor do Futuro“Gostaria de agradecer a visita feita ao nosso colégio. Todos ficaram muito impressionados com a organização, capricho e, principalmente, com a adequação do tema e ótimo nível da palestra. Ouvi falar que o Coelhão foi um grande sucesso. Eu, Marina e Jordane recebemos muitos elogios com relação à forma como as informações foram passadas, e estes elogios são pelo trabalho de vocês. Fica aqui o nosso muito obrigado”, relatou o coordenador de esportes do Colégio São Paulo, Professor João Marcelo Pagy .

Além de visitas às instituições, as crianças também conhecem o Centro de Treinamentos do América, o CT Lanna Drumond, e a casa do Coelho, na Arena Independência.

“Gostaria de agradecer mais uma vez pela oportunidade de ter participado desse projeto. Foi simplesmente um sucesso! Tudo muito tranquilo, o Zuca (coordenador do projeto) nos recebeu muito bem. Ele, com seu ajudante Gustavo, que foi nota 10 por ser muito prestativo, solícito e carinhoso com as crianças, nos deu inteira assistência no Independência. Lá, no estádio, foi tudo muito tranquilo também; enfim, gostaria de dizer que são iniciativas e projetos como esse do América que nos motiva e nos faz acreditar na educação que vale a pena, apesar de muitas mazelas em nossa sociedade. Vocês me deram uma injeção de ânimo com esse projeto. Parabéns ao América e a todos que ajudam a realizar este projeto que é, acima de tudo, um projeto social!”, elogiou a coordenadora do Escola Estadual Afonso Pena, professora Adelúzia.

O projeto segue até novembro e vai atender mais de cinco mil crianças. O Torcedor do Futuro recebe cartilhas, squezes, camisas e medalhas de participação com a marca do América. Com isso, se aproximam ainda mais do jeito América de fazer futebol.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.