quarta-feira, 12 de Outubro de 2016 12:11h Ronner Miranda

Promessa olímpica divinopolitana segue vencendo em todos os tatames do Brasil

RONNER MIRANDA
ronner.fisioterapia@gmail.com

 

Promessa olímpica divi­nopolitana, o Judoca Paulo Otávio Brandão Santos segue arrasando seus oponentes em todo o Brasil. Com 15 anos, faixa marrom e lutando nas categorias sub-18 e sub-21, o atleta do Judô Clube Divi­nópolis e Águia Branca Betim tem como Mestres o nosso conhecido Marçal Jr, do Judô Clube Divinópolis, e Alan Val­ter, do Águia Branca.

O INÍCIO

Paulo Otávio iniciou no judô com apenas 5 anos de idade em um núcleo do Judô Clube Divinópolis, no bairro Porto Velho e, logo em sua primeira competição, já sa­grou-se campeão, mostrando a que veio no esporte.

Filho de Otávio dos Santos e Dirce Rodrigues Santos, os pais se sentem orgulhosos da garra e determinação do filho, que sonha estar nas Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

TÍTULOS

7x Campeão Mineiro Consecutivos pela LMJ (Liga Mineira de Judô). Entre 2010 e 2016.

2x Campeão Mineiro Consecutivos pela FMJ (Federação Mineira de Judô) 2014/15.

3x Campeão Mineiro Estudantil Consecutivos (2014,15,16).

4x Campeão Brasileiro pela LNJ (Liga Nacional de Judô).

1 Vice Campeonato Brasileiro pela LNJ (Liga Nacional de Judô)

1 Terceira Colocação do Campeonato Brasileiro pela LNJ (Liga Nacional de Judô)

1 Terceira Colocação no Campeonato Brasileiro pela Con­federação Brasileira de Judô (CBJ).

 

PRÓXIMAS COMPETIÇÕES

O atleta disputará os Jogos Escolares da Juventude repre­sentando Minas Gerais em João Pessoa, na Paraíba, de 9 a 19 de novembro, e o Campe­onato Brasileiro da LNJ (Liga Nacional de Judô) em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, no dia 24 de novembro.

OLIMPÍADAS DE

TÓQUIO 2020

Com apenas 15 anos, mas Campeão Nacional nas Cate­gorias Sub-18 e Sub-21, Paulo Otávio disse que seu sonho é entrar na Seleção Brasileira de Judô, disputar o Mundial de Judô e Olimpíadas: "quem sabe já em Tóquio, no Japão, em 2020", disse o Atleta.

Os pais acreditam no po­tencial do atleta e dão todo o aparato para que ele possa de­senvolver o melhor Judô, mas sempre com escola. "A Escola é primordial para nosso filho e o esporte complementa a educação, mas confiamos em seu potencial e damos todo o apoio", disse o pai, Otávio dos Santos.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.