segunda-feira, 4 de Abril de 2016 09:41h Site Oficial do Cruzeiro

Raposa vence a 6ª seguida e garante a liderança geral da 1ª fase do Mineiro

Com mais uma grande atuação e três bolas na trave do adversário, o Cruzeiro derrotou o Guarani, de Divinópolis, por 2 x 0, na tarde deste domingo

Com mais uma grande atuação e três bolas na trave do adversário, o Cruzeiro derrotou o Guarani, de Divinópolis, por 2 x 0, na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, chegou à sexta vitória consecutiva na temporada, se manteve como único time invicto na competição e assegurou de vez a primeira colocação da fase classificatória.

Alisson e Sánchez Miño marcaram os gols da Raposa, que entrou em campo já classificada para a semifinal e necessitava de pelo menos um empate, sem depender de outros resultados, para terminar a primeira fase da competição na liderança e garantir as vantagens nas fases decisivas.

 

 

Diante disso, o Time do Povo irá enfrentar na semifinal o quarto colocado do Mineiro e garantirá a vaga na decisão com dois empates nos dois confrontos ou vitória e derrota pelas mesmas diferenças de gols, além de escolher a sequência dos mandos de campo. Essas mesmas vantagens acontecerão também na decisão, caso o Maior de Minas se classifique para a final.

 

 

 

 

O jogo

Com mais uma atuação bastante segura, o Cruzeiro dominou completamente a partida. Mas foi o time de Divinópolis que teve a primeira chance de gol, aos 7 minutos, através de Marcos Vinícius, que recebeu cruzamento preciso de Romário, dentro da pequena área, e finalizou mal, para fora.

A Raposa se refez do susto e, dois minutos depois, quase empatou em uma bela cobrança de falta de De Arrascaeta, que acertou a trave. Sobrando em campo, o Maior de Minas abriu o marcador aos 18 minutos, em uma jogada trabalhada que começou com Elber. O meia, que teve mais uma grande atuação, tabelou com De Arrascaeta, pela direita, e cruzou na medida para Alisson marcar. Cruzeiro 1 x 0.

 

 

 

Aos 34, Elber fez fila no meio e só foi parado com falta cometida por Lula, que recebeu cartão amarelo pela infração. O argentino Sánchez Miño foi para a cobrança e colocou a bola no ângulo esquerdo de Jordan. Um golaço. Cruzeiro 2 x 0.

Apesar do placar amplamente favorável, o Cruzeiro não diminuiu o ritmo, seguiu pressionando o Guarani e, ainda no primeiro, teve mais duas claras oportunidades para ampliar.

Na primeira delas, em outra grande jogada pela direita, Elber ganhou na corrida de Cordeiro, invadiu a área e só não fez o terceiro do Time do Povo por causa de ótima defesa de Jordan. Na outra chance, Mayke cruzou pela direita e Rafael Silva cabeceou para o gol, mas Jordan salvou o Guarani novamente. No rebote, De Arrascaeta chutou acima do gol.

Nos acréscimos, Juninho acertou um chute perigoso da intermediária, obrigando Fábio a fazer importante defesa.

 

 

 

Segundo tempo

O Guarani iniciou a etapa final com uma postura um pouco mais ofensiva, tentando surpreender o Maior de Minas, mas não conseguiu dar trabalho ao goleiro Fábio, novamente muito bem amparado pela defesa cinco estrelas.

Com mais espaços para contra-atacar, o Cruzeiro seguiu construindo muitas jogadas ofensivas, em busca de mais uma goleada no Mineirão. Logo aos 5 minutos, De Arrascaeta tabelou com Rafael Silva e chutou, com muito perigo, à esquerda do gol de Jordan.

Aos 28, Elber recebeu passe de Matías Pisano dentro da área e chutou colocado, mas a bola parou mais uma vez na trave. Um minuto depois, em contra-ataque, Alisson tocou para Pisano, que chutou de pé esquerdo e Jordan defendeu para escanteio.

Com o controle total das ações, a Raposa valorizava a posse da bola, não dava chance alguma para o adversário e ainda teve outra situação clara de gol, aos 38, em um chute cruzado de Alisson, que novamente bateu na trave.

 

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.