segunda-feira, 28 de Março de 2016 13:12h Site Oficial do Cruzeiro

Renovação do elenco começa a dar frutos para o Clube dentro de campo

No futebol contemporâneo, a necessidade de realizar e executar um bom planejamento é inquestionável

Uma decisão equivocada, um deslize ou até mesmo a falta de coragem para inovar podem ser fatais. Em meio a esse cenário cada vez mais dinâmico, a diretoria celeste tem agido com um alto grau de profissionalismo na tomada de decisões e já começa a colher alguns frutos.

Para a atual temporada, foi realizada uma reformulação no elenco cruzeirense, que contou com a contratação de oito atletas, além da não renovação do contrato de outros jogadores. Entre as caras novas, prevaleceu a juventude, que pôde ser testada no clássico do último domingo, quando a Raposa superou o Atlético-MG, por 1 a 0, no Independência, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.

 

 

 

Nesse duelo, a média de idade dos cruzeirenses que atuaram foi de 26 anos, 6 meses e 6 dias, enquanto a do adversário marcou 27 anos, 3 meses e 28 dias. Além disso, Allano, de 20 anos, era o mais jovem em campo, levando em consideração as duas esquadras. Ademais, o Maior de Minas ainda contou vários estreantes no tradicional embate, como Sánchez Miño, Lucas Romero, Rafael Silva – autor do gol da vitória –, Matías Pisano e Federico Gino, que demonstraram muita maturidade e tiveram boas atuações, mesmo jogando fora de casa.

O diretor de futebol do Time do Povo, Thiago Scuro, comentou a respeito dessa renovação do grupo estrelado, reafirmando a qualidade e a capacidade competitiva de todos aqueles que integram o plantel do tetracampeão brasileiro.

 

 

 

“O que a gente fez foi trabalhar em cima da necessidade do Clube. O Cruzeiro já contava com alguns atletas experientes, campeões, e fomos em busca de outros jovens talentosos, que possuíssem um potencial muito grande e que fossem capazes de brigar pela titularidade. Nosso objetivo, com essas contratações, foi garantir um elenco competitivo e qualificado, que tenha condições de lutar por títulos durante um longo período”, declarou.

Do banco de reservas, as orientações provém do também jovem e competente Deivid, de 36 anos. Sob o seu comando, o Clube Azul segue como o único invicto no estadual, competição que lidera com seis pontos de vantagem para o segundo colocado. Em 2016, o Cruzeiro disputou 13 jogos e possui um aproveitamento de 77%, tendo alcançado nove vitórias, três empates e sofrido somente uma derrota.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.