sábado, 14 de Março de 2015 06:36h Atualizado em 14 de Março de 2015 às 06:38h.

Reservas do Cruzeiro goleam em Ibirité

Para os reservas do Cruzeiro, o amistoso dessa quinta-feira contra a seleção de Ibirité, foi uma boa oportunidade para ganhar ritmo de jogo e mostrar serviço ao técnico Marcelo Oliveira

A partida, disputada em Ibirité, terminou com goleada celeste por 4 a 0. Os tentos foram marcados por Joel, duas vezes, Neilton e Henrique Dourado.
Destaque do jogo, com dois gols, o camaronês Joel enalteceu a seriedade mostrada pelos jogadores que têm sido pouco utilizados no Mineiro e na Libertadores. “O jogo, para quem não vem jogando, foi uma responsabilidade maior. Foi um amistoso para eles (seleção de Ibirité), mas para nós que defendemos a camisa do Cruzeiro sempre que estamos em campo seremos cobrados pelo que vamos fazer”, analisou.
Segundo ele, independentemente da importância da partida, os gols serão sempre bem-vindos. “Fazendo gols, isso dá mais confiança para o time e mais tranquilidade. Então, trabalhando com seriedade como a gente vem fazendo, aos poucos as coisas vão acontecendo naturalmente”, disse Joel.
Já o atacante Henrique Dourado espera ter deixado uma boa impressão à comissão técnica e diz que segue de olho em uma vaga entre os titulares. “Acho que estou tranquilo, fazendo o meu trabalho. Saber esperar também é uma virtude. Espero com muita tranquilidade, estou respeitando e a hora que eu tiver minha oportunidade, tenho certeza que vou entrar e corresponder”, ponderou o centroavante.
O auxiliar técnico, Tico dos Santos, foi o responsável por orientar a equipe do Cruzeiro. Tico sabe que o objetivo do jogo foi dar ritmo para os atletas, principalmente para aqueles que não estão jogando. “Foi bom para dar ritmo aos atletas e para dar motivação porque ficar só treinando é ruim. O atleta precisa de jogo e esses amistosos dão um ritmo melhor. Marcelo Oliveira está chamando mais atletas para alguns jogos do Campeonato Mineiro. Então, toda semana a gente faz um jogo-treino com esses jogadores para que possam ter ritmo de jogo e estarem à disposição do Marcelo Oliveira quando forem chamados”, declarou Tico.

O auxiliar Tico dos Santos falou sobre a experiência de dirigir o Cruzeiro na beira do campo. O experiente ajudante do treinador Marcelo Oliveira, contou sobre o trabalho do dia a dia com os atletas e sobre a parceria com o técnico do Tetracampeão Brasileiro. “Já tenho uma certa experiência, mas sou auxiliar técnico. Estou aí com o Marcelo, ontem a gente teve um jogo desgastante contra o Villa, hoje um amistoso com a equipe B, trabalho todo dia com esses atletas, da mesma forma, então estou no comando com o Marcelo e o Marcelo está junto comigo aqui, sem problema nenhum. Ele conversou várias vezes comigo, até a própria preleção a gente deu junto para os atletas, e é importante ele estar junto para os atletas saberem que o técnico está observando e eles se dedicam mais, e isso é uma coisa bem natural”, completou.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.