quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013 05:24h Luciano Eurides

Reunião define futuro dos estádios de futebol amador

Uma reunião entre o comando do 10º Batalhão de Bombeiros Militares (BBM), presidência da câmara municipal de Divinópolis e Secretaria de Esportes e Lazer (SEL) encaminhou a situação atual dos estádios de futebol da cidade de Divinópolis. No final do ano passado os locais foram vistoriados, uma reunião entre os clubes e a corporação, na SEL, ficou acordado que a prefeitura daria um engenheiro para a confecção dos projetos de prevenção a pânico e incêndio, fato que até o momento não ocorreu.
O comandante Major Moraes, acompanhado do comandante da cia de prevenção, capitão Joselito, expuseram a Davi Maia, secretario interino de esportes e Rodyson Krishnamurti, presidente da câmara que os clubes devem entrar com o pedido de prorrogação de prazo, assim há uma possibilidade dos projetos aportarem em tempo hábil e evitar sanções. “Primeiramente foi esclarecido que o bombeiro é sensibilizado com a condição social dos clubes, sabemos serem projetos altamente solidários e que não visam lucro. Apesar disso o Corpo de bombeiros tem de fazer cumprir a legislação com relação a prevenção de incêndio e pânico nesses locais.  A proposta da câmara e do poder executivo em apoiar, nenhuma prorrogação de prazo ou projeto foi protocolado para iniciar o processo de regularização, diante dessa situação há a necessidade de começar o processo”, falou capitão Joselito
Segundo o militar os clubes tem o direito e dever de acompanhar o processo. “O apoio que a prefeitura pode fazer, mas a relação é entre bombeiros e clubes. O presidente de cada clube pode cobrar da prefeitura, mas o corpo de bombeiros irá cobrar do clube inclusive com multas e até mesmo com a interdição. Deve procurar e se possível com uma data provável para protocolar o processo. A responsabilidade é do clube”, garantiu.
A primeira medida a ser tomada será uma reunião entre os clubes envolvidos para a petição oficial e garantir ao comando dos bombeiros que não há descumprimento daquilo que foi acordado. Segundo Davi Maia isso o mais rápido possível. “A prefeitura vai apoiar o esporte amador na cidade, na questão dos campos de arquitetura fechada, um universo de sete campos, receberá orientação da secretaria e a partir dai solicitando a dilação dos prazos e de uma forma muito tranquila, os bombeiros são parceiros e a partir da elaboração do projeto. O engenheiro está garantindo o projeto e dependendo do numero de clubes, dependendo do custo a contratação é mais rápida, mas dentro de dois meses estaremos tudo pronto”, disse o secretário interino.
Para o presidente da câmara o objetivo é não deixar a situação se transformar em terrorismo. “O objetivo é tirar esse terrorismo que está ocorrendo com os organizadores do esporte amador da cidade. Nos sabemos que a lei é estadual e os bombeiros obrigados a fiscalizar  a questão de público, sendo assim o comandante esticou os prazos para os clubes, a prefeitura será parceira dos times, sem duvida nenhuma será bem encaminhado.”, disse Rodyson Krishnamurti e acrescentou que com a nomeação da comissão de esportes da câmara municipal também se fomenta uma ferramenta de cobrança sobre o executivo. “Eu fui presidente da comissão de esportes por dois anos e agora será nomeada nova comissão que terá incumbência de fiscalizar e ajudar a resolver esse problema da nossa cidade”, garantiu.
Já foram vistoriados os estádios da Gecol e Associação, ambos no bairro Danilo Passos. Palmeiras e Vasco da Gama, ambos no bairro Afonso Pena. Pedregal e Campista, ambos em Santo Antônio dos Campos e o Flamengo no centro de Divinópolis. Destes os que mais preocupam são Vasco da Gama, Flamengo e Palmeiras não somente pelas obras de adequação a lei como pelo grande volume de crianças que dependem desses clubes para a prática esportiva. As escolinhas e equipes de competição promovem uma ação social que revezam cerca de mil crianças por semana. 
COPA RURAL
Na oportunidade o secretario interino de esportes escorregou e não respondeu uma data específica para o início da mais tradicional das competições do município de Divinópolis. Segundo Davi Maia um secretário titular da pasta deverá ser nomeado na primeira quinzena de março e somente depois haverá as primeiras movimentações para a competição.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.