terça-feira, 19 de Julho de 2016 13:55h

Riascos usa rede social para minimizar polêmica em entrevista após a partida do Cruzeiro

O colombiano Riascos usou as redes sociais para explicar a polêmica entrevista concedida nesse domingo à Itatiaia, após a derrota por 2 a 0 para o Fluminense, que resultou em seu afastamento definitivo do clube

O jogador admitiu que se excedeu nas palavras por estar incomodado com a falta de sequência de jogos, mas que em nenhum momento quis desrespeitar o Cruzeiro.

 

“Sobre minhas declarações para a Rádio Itatiaia após a partida contra o Fluminense, gostaria de esclarecer o seguinte: em nenhum momento tive a intenção de atingir a instituição ou meus companheiros de time. Na verdade, eu fiz referência à minha situação dentro da equipe. Não venho conseguindo ter uma sequência. Tenho entrado faltando pouco tempo nos jogos. Vejo a equipe com dificuldades para conseguir os resultados e não consigo dar minha contribuição. É claro que não me sinto feliz com isso, mas admito que não deveria ter me expressado dessa maneira, ainda no calor da partida. Peço desculpas à imensa torcida cruzeirense e aos meus companheiros de clube que possam ter se sentido ofendidos com minhas declarações”, postou Riascos em sua página no Instagram.

 

Questionado pelo repórter Samuel Venâncio sobre sua postura displicente no jogo contra o Fluminense, o atacante não mediu as palavras ao deixar clara a sua insatisfação com sua situação no Cruzeiro. “Para mim não, para mim não está normal. Na verdade não estou feliz com isso que está acontecendo. Acho que tem que procurar uma solução, porque não podem tirar minha felicidade para jogar essa merda aqui”, declarou o colombiano.

 

A fala do jogador enfureceu a diretoria celeste, que minutos depois anunciou o desligamento imediato de Riascos da Toca da Raposa. “O Riascos, a partir de agora, está fora da delegação do Cruzeiro, passa a ser um problema administrativo e do jurídico. E desde já eu digo aos senhores que o Cruzeiro vai até o final para que ele pague da forma legal prevista, da forma mais dura possível pelo comportamento que ele teve. Nós não vamos admitir em hipótese alguma que qualquer atleta tenha esse tipo de tratamento com a instituição”, disse o diretor de futebol Thiago Scuro. “Riascos está fora e vai ver o lado mais duro da direção do Cruzeiro a partir de agora”, acrescentou o dirigente.

 

Para Thiago Scuro, o colombiano foi extremamente desrespeitoso com o Cruzeiro. “Foi uma declaração, um posicionamento extremamente infeliz, inaceitável por parte do nosso atleta, o Riascos, ofendendo a instituição, ofendendo a sua história. Não é esse tipo de conduta que podemos esperar de atletas profissionais de futebol, que têm as condições de trabalho que o Cruzeiro oferece. Um clube que cumpre com todos os compromissos, que fez um grande investimento na contratação deste atleta”, disse.

 

A estreia do argentino Ramón Ábila e o bom retrospecto como visitante não bastaram para que o Cruzeiro conseguisse se recuperar dos últimos resultados negativos no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time de Paulo Bento não foi bem contra o Fluminense, em Edson Passos, e acabou derrotado por 2 a 0, pela 14ª rodada. Cícero e Marcos Júnior marcaram os gols do jogo.

 

O resultado foi péssimo para a Raposa, que voltou à zona de rebaixamento, com 15 pontos, na 17ª colocação. Já o tricolor permanece na zona intermediária da tabela, com 21 pontos, no nono lugar.

 

O plantel cruzeirense agora se prepara para enfrentar o Vitória, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.O jogo acontece na quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. Na primeira partida, o time celeste venceu no estádio Barradão, em Salvador, por 2 a 1. Os gols da equipe estrelada  nessa partida foram marcados pelo atacante Willian. Pelo Brasileirão no domingo que vem, quando enfrenta o também desesperado Sport, no Mineirão Já o Fluminense vai à Arena da Baixada, onde encara o Atlético-PR, também no domingo.

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.