sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012 14:27h

Rodada de tie breaks na Superliga Masculina de vôlei

Minas desbanca líder no tie-break e sobe para o terceiro lugar na Superliga

O Vivo Minas conquistou a quarta vitória consecutiva na Superliga Masculina. Jogando na Arena Vivo, diante de 3.317 torcedores, o time minas-tenista derrotou o Sesi, líder da competição, em duelo muito equilibrado, nesta quarta-feira. O triunfo mineiro só saiu no tie-break, com parciais de 21 a 25, 25 a 19, 21 a 25, 25 a 21 e 17 a 15.

Com a quarta vitória seguida, o Minas ainda se beneficiou do tropeço do Florianópolis diante do Volta Redonda (3 a 0), também nesta quarta-feira, em Santa Catarina, e subiu para o terceiro lugar. Os mineiros somam 18 pontos, dois a mais que os catarinenses. Mesmo com a derrota fora de casa, o Sesi manteve a liderança, com 21 pontos.

O Minas é o único time que ainda não perdeu neste começo de 2012, enquanto o Sesi sofreu a primeira derrota na temporada, a segunda na Superliga. O oposto tcheco minas-tenista Filip Rejlek foi eleito o melhor em quadra e levou para casa o troféu Viva Vôlei.

O Minas volta a jogar neste sábado, quando visitará o Volta Redonda, às 19h, em busca da quinta vitória consecutiva, almejando a liderança. Já o Sesi buscará a recuperação em duelo direto contra o Vôlei Futuro, na mesma data, às 21h, na Vila Leopoldina, na capital paulista.

Antes da partida, o Minas prestou homenagem ao central Henrique, que atingiu a marca de 300 pontos em saques na Superliga. Ele recebeu uma camisa com o número 300 nas costas, além de uma placa comemorativa. Mas o time paulista veio disposto a estragar a festa e abriu 8 a 5 no primeiro tempo técnico. O Sesi ampliou a vantagem e teve tranquilidade para fechar o set em 25 a 21, fazendo 1 a 0.

Com o apoio da torcida, o Minas voltou melhor no segundo set e logo abriu vantagem (12 a 6). Os paulistas ensaiaram uma reação, mas os mineiros conseguiram empatar a partida, com 25 a 19. O jogo continuou equilibrado, mas o Sesi deu o troco na terceira parcial, fechando em 25 a 21.

A necessidade de vencer o quarto set acabou ajudando o Minas, que voltou mais ligado, abriu vantagem (16 a 10) e empatou o jogo com 25 a 21, forçando o tie-break. E a última parcial foi a mais tensa e emocionante. Os minas-tenistas começaram melhor e fizeram 8 a 5. Mas o Sesi buscou a reação e virou para 13 a 12. No fim, a equipe mineira chegou a 17 a 15 e garantiu o triunfo, para festa da torcida na Arena Vivo.

Cruzeiro vence o Vôlei Futuro e deixa ginásio escoltado pela polícia


O Cruzeiro reagiu na Superliga Masculina, depois de duas derrotas consecutivas. O time celeste foi a Araçatuba e venceu o Vôlei Futuro de virada, por 3 sets a 2, nesta quarta-feira, em jogo tumultuado. As parciais foram de 21 a 25, 25 a 20, 26 a 24, 14 a 25 e 15 a 13. Depois da partida, os jogadores cruzeirenses tiveram que deixar o ginásio protegidos pela Polícia Militar, até entrarem no ônibus que levou a delegação ao hotel.

Com a vitória, além de reagir na Superliga, o Cruzeiro subiu para o quarto lugar na classificação. O time celeste foi beneficiado pela surpreendente derrota do Florianópolis para o Volta Redonda, por 3 a 0, também nesta quarta-feira, em Santa Catarina. A equipe estrelada foi a 17 pontos, um a mais que os catarinenses. Já o Vôlei Futuro permaneceu na vice-liderança, com 19.

O Cruzeiro, que perdera para Florianópolis e Minas nas duas rodadas anteriores, terá mais um jogo difícil fora de casa. Neste sábado, o time celeste vai ao Maracanãzinho enfrentar o RJX, às 15h. Já o Vôlei Futuro vai encarar um duelo direto pela liderança, diante do Sesi, nesta sexta-feira, às 21h, na Vila Leopoldina, na capital paulista.

Empurrado pela torcida e disposto a dar o troco no adversário que o eliminou nas semifinais da última Superliga, o Vôlei Futuro começou com tudo e abriu no fim do primeiro set, fechando em 25 a 21. Mas o Cruzeiro não se intimidou e, com melhor volume de jogo, empatou a partida: 25 a 20.

O time celeste virou os dois tempos técnicos na frente, no terceiro set, mas o Vôlei Futuro estava no encalço. O terceiro set foi disputado ponto a ponto, mas um bloqueio de Douglas Cordeiro definiu a vitória mineira, em 26 a 24. A equipe da casa não se entregou e buscou a reação na quarta parcial. Os Cruzeiro caiu de produção e perdeu por placar elástico: 25 a 14.

O tie-break foi emocionante e teve muitas provocações. Depois de empate em 4 a 4, o Cruzeiro abriu 8 a 6 e 11 a 8. O Vôlei Futuro encostou em 14 a 13, depois de os mineiros serem punidos com o cartão amarelo, o que resulta em ponto para o adversário. Mas os paulistas também foram ‘amarelados’ na sequência, e a vitória foi celeste: 15 a 13.

Inconformada, a diretoria do Vôlei Futuro protestou contra a arbitragem e começou uma confusão no ginásio. A Polícia Militar entrou em quadra para garantir a segurança e a delegação do Cruzeiro foi protegida para deixar o local de ônibus.

Montes Claros vence clássico contra Juiz de Fora


No duelo entre mineiros pela nona rodada da Superliga Masculina, o BMG Montes Claros sofreu, mas levou a melhor sobre o UFJF ao vencer no tie-break, por 3 a 2, nesta quarta-feira, no Ginásio Tancredo Neves, no Norte de Minas. O time da casa chegou estar perdendo por 2 sets a 0, porém reagiu e virou o placar. As parciais foram de 15 a 25, 23 a 25, 25 a 20, 25 a 23 e 15 a 12, em 2h35 de partida.


O Montes Claros conquistou a segunda vitória seguida na Superliga, depois de uma série negativa que durou cinco jogos. A sequência foi interrompida com triunfo ante o Volta Redonda (3 a 2), fora de casa, e o time de Norte de Minas esboçou uma reação ao bater o UFJF. Os mineiros somam nove pontos e se mantiveram na décima posição.

Já o UFJF sofreu a segunda derrota consecutiva – na rodada anterior perdera em casa para o Medley Campinas (3 a 0). O time de Juiz de Fora, estreante na Superliga, somou um ponto na derrota para o Montes Claros e foi a dez na classificação, permanecendo em nono lugar.

O Montes Claros visitará o BMG São Bernardo na próxima rodada, em confronto marcado para este sábado, às 11h, no Poliesportivo, na cidade do ABC paulista. Já o UFJF terá um confronto difícil diante do Florianópolis, na mesma data, às 20h, em Juiz de Fora.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.