sábado, 1 de Dezembro de 2012 05:04h Gazeta do Oeste

Roth brinca sobre uma suposta permanência: ‘Tudo é possível’

Tanto o Cruzeiro como o técnico Celso Roth já anunciaram há um bom tempo que o time terá novo comandante em 2013. Por diversas vezes, o treinador, que deve fazer sua despedida no clássico deste domingo, contra o Atlético-MG, deixou transparecer certo desagrado com a forma como seu trabalho foi avaliado na Toca da Raposa II. No entanto, nesta sexta-feira, quando perguntado se continuaria no clube em caso de uma hipotética mudança de ideia da direção, a reposta foi positiva.

- Essa é uma pergunta mais direta, que vocês deixaram passar muito tempo para fazer. Acho que tudo é possível. Não tenha duvida. Tudo é possível.

A afirmação, no entanto, não deve ter passado de uma maneira de falar. Roth depois deixou claro que o time mineiro já tem um direcionamento para a próxima temporada, e que ele não está incluso nos planos.

- Nós já colocamos publicamente, tanto um lado como o outro, que essa possibilidade é muito remota. O Cruzeiro está com outro pensamento, outro planejamento. Deixa o Cruzeiro seguir seu caminho.

Roth, por outro lado, garantiu que não guarda mágoa e que voltaria ao clube numa oportunidade futura.

- Por que não? Tive a honra e felicidade de trabalhar em um clube com história fantástica e magnífica. O que a gente tem dito é que para ter de novo uma consciência de vitória, exige tempo. Não é de um dia para o outro. Vocês estão comprovando que, depois de muitos gritos e conversas, os jogadores estão fazendo quase automaticamente o que vínhamos pedindo tanto. Independentemente do resultado de domingo. As coisas estão aí, estão claras. Estamos terminando o ano em situação de equilíbrio.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.