quinta-feira, 6 de Setembro de 2012 08:45h Gazeta do Oeste

Roth lamenta instabilidade e diz que Botafogo mereceu vencer nesta quarta

Depois de vencer Atlético-GO e Náutico, o Cruzeiro não conseguiu aproveitar o mando de campo e foi derrotado pelo Botafogo, por 3 a 1, de virada, no Independência. Para o técnico Celso Roth, o time iniciou bem a partida, mas não teve fôlego para manter a vantagem no placar.

 

 

“Realmente, foi um bom início, poderíamos ter feito 2 a 0. E, com 20 minutos, o time pregou. Depois do primeiro gol o time desequilibrou, houve desatenção, fez o primeiro gol e achou que poderia ter feito o segundo. Demos uma relaxada e levamos 2 a 1. Tentamos fazer modificações, foi um risco calculado. Mas, num contra-ataque, levamos o terceiro gol. São dois times equilibrados, é um risco que a gente corre. Estávamos com expectativa muito boa e acabamos sendo derrotados justamente pelo Botafogo”, disse.

 

Roth destacou que teve de recorrer a entrada do volante Willian Magrão no lugar de Souza para evitar que o Botafogo ampliasse a vantagem na etapa final. “O Botafogo fez boa partida e tivemos de colocar o Magrão para não ter problemas maiores. Não foi uma jornada boa. Tínhamos intenção de ter sequência boa, agora vamos ter de buscar alguma coisa fora de casa”, afirmou.

 

 

Na próxima rodada, o Cruzeiro tentará se reabilitar fora de casa. No domingo, às 18h30, o time celeste enfrentará o Sport, no Recife. A equipe comandada por Roth lida com a instabilidade no Campeonato Brasileiro.

 

“Não quero acreditar nisso, mas infelizmente é um fato. Nós, desde o clássico, tivemos equilíbrio. Hoje era para termos dado salto de qualidade, como tivemos mais ou menos nesse momento do primeiro turno, sem futebol convincente naquele momento. Hoje está mais consistente, mas tínhamos intenção de equilibrar em termos de tabela e não conseguimos. Estamos oscilando e eu trabalho para isso não acontecer. Mas o fato é esse”, analisou Celso Roth.

 

 

O treinador negou ainda que o Cruzeiro tenha sido surpreendido pela boa atuação dos meias botafoguenses, principalmente Seedorf. Para Roth, a equipe carioca mereceu vencer no Independência.

 

“A qualidade do Seedorf, Andrezinho e Fellype Gabriel, nós sabíamos. O que impressionou foi que o Botafogo igualou nossa pegada, a disputa de jogo. O Botafogo estava jogando sua vida e mereceu resultado. O Botafogo hoje demonstrou que quando se iguala as coisas e tem felicidade, pode-se conseguir a vitória”, comentou o treinador cruzeirense.

 

 

 

 

 

 

 

SUPERESPORTES

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.