sexta-feira, 22 de Janeiro de 2016 12:26h Site Oficial do Cruzeiro

Sada Cruzeiro bate Sesi-SP e garante vaga na final da Copa Brasil

Longe de Minas Gerais, o Sada Cruzeiro mais uma vez mostrou sua força na noite desta quinta-feira, 21/01, quando derrotou o Sesi-SP por 3 a 2 e garantiu a vaga na decisão da Copa Brasil

O duelo acirrado foi no Ginásio Taquaral, em Campinas-SP, onde os mineiros, embalados pelos torcedores cruzeirenses da região, fizeram 25/22, 25/18, 21/25, 26/28 e 15/12 no time paulistano. A final já acontece no próximo sábado, 23, no mesmo local, contra o dono da casa, o Vôlei Brasil Kirin, que eliminou o Voleisul Paquetá Esportes por 3 a 1 na outra semifinal.

Wallace foi o maior pontuador do confronto disputadíssimo, com 23 acertos. No Sesi-SP, Rafael marcou 22.

Depois de ter conquistado o título em 2014 e ter ficado em segundo lugar no ano passado, o Sada Cruzeiro vai agora em busca do bi da Copa Brasil.

E o elenco celeste comemorou muito a classificação. “Foi um jogo bastante suado, difícil, e vamos para mais uma decisão. Nossos últimos sets foram muito ruins e mesmo nos dois primeiros, quando fizemos 2 a 0, não estávamos no nosso melhor momento. Hoje nosso side-out foi muito baixo. O que a gente pode tirar de positivo é que mesmo assim nós conseguimos nos superar e buscar a vitória. Temos que melhorar, diminuir um pouco os erros e temos tudo para fazer uma boa final”, disse o central Éder.

 

 

O Jogo

O bloqueio do time celeste fez diferença no início do primeiro set, abrindo 10 a 5, com o sistema defensivo funcionando muito bem. O Sesi-SP reagiu e encostou no 12 a 10, também com uma boa atuação do bloqueio. E a pequena diferença de pontos se manteve até o empate dos paulistas em 20 a 20. Na reta final, na boa passagem de Wallace pelo saque, o Sada Cruzeiro conseguiu mais dois pontos, com um ace e um bloqueio, fazendo  24 a 21. E quem fechou foi Leal, pelo fundo, abrindo 1 a 0 para os cruzeirenses.

O equilíbrio entre as equipes continuou no segundo set, com o Sesi apostando muito no saque e o bloqueio mineiro tentando segurar o ataque adversário. William fazia das suas no levantamento, acionando bastante o cubano Leal, e com um ace de Filipe a Raposa fez 11 a 8. Eficiente no saque e nos contra-ataques, o elenco azul disparou e abriu 18 a 13, fechando com tranquilidade em 25 a 18.

 

 

Bastante determinado, o Sesi esteve à frente do placar no começo do terceiro set, conseguindo três pontos de vantagem, em 17 a 14. Marcelo Mendez pediu concentração ao seu grupo, que reagiu e igualou o marcador em 19 a 19, com Filipe não perdoando uma bola de xeque. Dois bloqueios seguidos, um contra-ataque e um erro dos cruzeirenses colocaram os paulistas de novo na frente, para fechar e diminuir o placar em 2 a 1.

O quarto set foi melhor para o time estrelado no início, com vantagem de 8 a 5. Mas o ataque azul perdeu em eficiência e, com boas atuações do bloqueio, o Sesi não demorou a reagir e virar em 16 a 14. No bloqueio de Éder veio o empate, em 19 a 19. A briga foi ponto a ponto até o final, mas o Sesi fechou em um bloqueio em 28 a 26 e levou a definição para o quinto set.

 

 

O tie-break começou bastante equilibrado. Após boa passagem de Leal pelo saque, os mineiros conseguiram abrir dois pontos e seguiram bem para fazer 12 a 9 e fechar em 15 a 12, com um ataque de Wallace.

 

 

Sada Cruzeiro – William, Wallace, Filipe e Leal, Éder e Éder Levi e o líbero Serginho. Entraram Alan, Fernando Cachopa, Pedrão e Winters. Técnico: Marcelo Mendez.

 

 

Sesi-SP – Thiaguinho, Rafael, Murilo, Alisson, Aracaju, Gustavão e o líbero Serginho. Entraram Vaccari, Vinhedo, Alan e Johan. Técnico: Marcos Pacheco.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.