quarta-feira, 25 de Maio de 2011 11:12h Luciano Eurides

Santos é Brasil na Libertadores

Hoje o Santos entra em campo pela semifinal da Copa Libertadores, contra o Cerro Porteño (Paraguai). O time paulista é o único brasileiro na competição.


O duelo traz boas lembranças aos jogadores santistas, já que o Peixe conseguiu uma vitória importante contra o time paraguaio, na primeira fase da competição, mantendo as chances alvinegras de classificação. Por isso, o goleiro Rafael ressalta a vantagem de já conhecer o adversário pela vaga na final do torneio continental. “Eles têm um estilo de jogo bem definido, dois jogadores abertos e um na frente. Não é uma equipe muito rápida, mas tem uma bola parada boa. Não poderia ser adversário melhor para enfrentar, porque já conhecemos as características, mas eles nos conhecem também. Mesmo assim, agora serão jogos diferentes e muito difíceis”, disse o goleiro.


No primeiro confronto dos clubes na fase de grupos, Santos e Cerro Porteño empataram em 1 a 1, na Vila. No jogo de volta, o Peixe foi ao Paraguai precisando vencer para se manter vivo na competição. Conseguiu uma vitória por 2 a 1, mesmo sem contar com Neymar, Elano e Zé Eduardo, suspensos. O confronto também foi o primeiro jogo santista na Libertadores sob o comando do técnico Muricy Ramalho. Por isso, segundo o goleiro Rafael, o confronto marcou a virada santista na Copa Libertadores. “Elano, Neymar e Zé Eduardo estavam fora. E o time não poderia nem empatar, senão estava fora. Mas deu tudo certo. Nossa arrancada na Libertadores foi neste jogo. Evoluímos muito desde lá, mas o mais importante ainda está por vir”, lembrou o goleiro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.