quarta-feira, 4 de Dezembro de 2013 05:13h Luciano Eurides

São Lázaro está classificado para as semifinais no juvenil da LMDD

A equipe de Carmo do Cajuru, o São Lázaro, empatou no sábado com o Independente de Carmo do Cajuru em 1x1, resultado que garantiu a equipe a sequência no Campeonato Juvenil da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis. O adversário deve ser o Sport que passou pela Associação Atlética Danilo Passos. River Plate e Flamengo empataram 3x3 e falta o jogo de volta para definir o adversário do União Belvedere.
O Independente precisa da vitória e logo no início do jogo abriu o placar com Evandro, o atacante recebeu a bola e fez 1x0. Foi a melhor chance do jogo, embora a defesa do São Lázaro desse espaço para se jogar, os volantes da equipe amarela e branca se adiantavam e também levavam perigo ao gol do Independente. Iago fez as melhores defesas na primeira etapa.
No segundo tempo, o São Lázaro começou no ataque, o Independente conseguiu equilibrar o jogo, somente na metade do segundo tempo o jogo começou a esquentar. O São Lázaro partiu para o ataque, tirou Danilo e entrou Mateus Ferreira e logo aos 26, Léo Roque da intermediária acertou um lindo chute para empatar a partida, 1x1.
Logo após o gol, já na saída de bola uma confusão. No bolo de jogadores, empurra um e segura o outro Rafael do Independente recebeu cartão vermelho. A equipe que já não contava com Alfredo, cumprindo suspensão pelo cartão vermelho e Kaduzinho, suspenso pelo terceiro amarelo, partiu para o ataque desesperadamente. O gol não saiu e com o apito final do árbitro nova confusão, dessa vez contra a arbitragem.
A jovem equipe do São Lázaro se classificou com o empate e Léo Roque comentou o lindo gol dele: “Estava demorando para nosso gol sair, estávamos melhor no jogo e batalhamos bastante, no campeonato de Itaúna conseguimos a classificação após um chute meu, está bom e vamos buscar esse título para o São Lázaro que já vem a bastante tempo aguardando para ser o campeão. Mais um clássico frente ao Sport, o primeiro nós vencemos e o próximo jogo é lá, e clássico é clássico”, falou o jogador.
Os atletas do Independente reclamaram do tempo de acréscimo no jogo, o atacante Breno saiu revoltado: “O juiz roubou o tempo todo e faltou um pouco de garra da galera, cada um dar tudo o que podia e preparar para o ano que vem. Agora é bola para frente, não baixar a cabeça porque este é só o primeiro campeonato de muitos que hão de vir”, disse.
O goleiro do Independente foi importante na partida, mesmo com boas defesas ele avaliou como insuficiente: “Não foi uma das melhores partidas, mas no jogo passado tomei dois gols que não favoreceram minha equipe, saio triste com o empate que nos tira da competição e agora resta esperar o próximo campeonato para ver se conseguimos ir para a final, porém fiz de tudo. O juiz acabou o jogo, faz parte e temos de passar por isso dentro de campo”, analisou.
O Sport se classificou pela ausência da equipe da Associação Atlética Danilo Passos e o tricolor deve encarar o São Lázaro na semifinal. O União Belvedere também se classificou, pois o Padre Eustáquio não compareceu na Arena Pneumática, o time do Bairro Belvedere aguarda o classificado do confronto Flamengo x River Plate, o primeiro jogo terminou 3x3.
O regulamento foi o principal culpado pelo não comparecimento das equipes, nas categorias fraldinha, pré-escolinha, escolinha e infantil, não havia saldo de gols. Mudou-se o regulamento para as categorias juvenil e júnior e o WO foi a marca registrada na competição. A falta de um regulamento claro é um dos motivos do afastamento de times da competição que deveria ser a principal da cidade. A Liga voltará a dizer que os clubes quiseram assim, uma desculpa usada sempre, mas sem nenhuma solução para o que os atletas já chamam de WO Cup.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.