sexta-feira, 3 de Agosto de 2012 13:12h Gazeta do Oeste

Scheidt e Prada garantem medalha, mas ficam longe do ouro na Star

 

Robert Scheidt e Bruno Prada começaram bem a sexta-feira e asseguraram o pódio, mas terminaram o penúltimo dia de regatas na Baía de Weymouth muito longe da medalha de ouro da classe Star. Na última prova antes da medal race, os brasileiros obtiveram uma terceira colocação, enquanto seus maiores rivais, os britânicos Iain Percy e Andrew Simpson, venceram.

 

 

A vantagem dos iatistas da casa, que era de seis pontos até o começo da décima regata, agora é de oito. Percy e Simpson acumulam 18 pontos perdidos, contra 26 de Scheidt e Prada. Os suecos Fredrik Loof e Max Salminen, que ocupam a terceira posição, têm 30 - já levando em consideração o descarte do pior resultado de cada barco.

 

 

O quarto lugar até agora é dos noruegueses Eivind Melleby e Petter Morland Pedersen, com 53 pontos perdidos. Como Scheidt e Prada só podem somar, na pior das hipóteses, 20 pontos na medal race (que dá pontos em dobro), a medalha está assegurada.

 

Confira a classificação geral da Star após dez regatas disputadas (os números entre parênteses já levam em conta o descarte do pior resultado de cada parceria):

 

 

1. Iain Percy / Andrew Simpson (GBR) - 29 (18) pontos perdidos
2. Robert Scheidt / Bruno Prada (BRA) - 35 (26) pp
3. Fredrik Loof / Max Salminen (SUE) - 40 (30) pp
4. Eivind Melleby / Petter Morland Pedersen (NOR) - 69 (53) pp
5. Mateusz Kusznierewicz / Dominik Zycki (POL) - 67 (54) pp
6. Mark Mendelblatt / Brian Fatih (EUA) - 73 (59) pp
7. Robert Stanjek / Frithjof Kleen (ALE) - 81 (64) pp
8. Hamish Pepper / Jim Turner (NZL) - 81 (66) pp
9. Peter O'Leary / David Burrows (IRL) - 92 (75) pp
10. Xavier Rohart / Pierre Alexis Ponsot (FRA) - 92 (78) pp
 

 

 

 

 

 

 

G1

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.